publicidade
Prado de Lima é reeleito para presidir Comitê da Bacia Hidrográfica
Prefeito continua no comando do Comitê nos próximos dois anos; Olivatto também segue na vice-presidência
Em assembleia realizada na tarde de terça-feira (16), na Sala de Sessões Mário Trecenti, da Câmara Municipal de Lençóis Paulista, os representantes dos municípios de Agudos, Borebi, Igaraçu do Tietê, São Manuel, Areiópolis, Macatuba e Lençóis Paulista reelegeram o prefeito Anderson Prado de Lima (PSB) para presidir o Comitê Gestor da Bacia Hidrográfica do Rio Lençóis (CGBH-RL) para o biênio de 2019/2020.
Foram mantidos também no Conselho Executivo do CGBH-RL, o prefeito de Macatuba, Marcos Donizeti Olivatto (PR), como vice-presidente, o biólogo e coordenador de meio ambiente de Macatuba, Antonio Carlos Perucci Júnior, como secretário Executivo, e na presidência do Conselho Técnico permanece o professor Sidnei Aguiar, especialista em recursos hídricos, eleito pelos técnicos, representantes das empresas da região. A assembleia decidiu que no Conselho Fiscal, por não haver deliberação de ordem financeira, deveria ser extinto e criados as funções de vice-presidência e secretaria do Conselho Técnico, cargos que serão ocupados por eleitos em votação interna do próprio Conselho.
Na abertura da assembleia, o professor especialista, Sidnei Aguiar falou sobre a situação vivida por Lençóis Paulista, Agudos e Borebi em 2016, com a pior inundação que causou grandes prejuízos, e sobre os cuidados que vêm sendo tomado no monitoramento e inspeções ao longo do Rio Lençóis desde sua nascente no município de Agudos. 
A inundação de 2016 também foi lembrada pelo prefeito Anderson Prado de Lima ao falar sobre a criação e importância do comitê que assumiu a tutela da bacia do Rio Lençóis. “O volume de água que cai do céu não pode ser determinado aqui na terra com toda precisão necessária, então precisamos estar preparados. Mesmo assim existem limitações. Por isso, a importância que trabalhemos com essas limitações diante do volume de água que cai”, disse o prefeito. 
Ao encerrar seu breve discurso, Anderson Prado de Lima fez agradecimentos. Agradeceu e elogiou a presença do promotor Aloísio Garmes Júnior, promotor de Justiça e do Meio Ambiente, representando o Ministério Público, e lembrou da importância do Conselho Técnico: “Agradeço todas as pessoas e, principalmente, aquelas que compõem o Conselho Técnico. Obrigado a cada um de vocês, que se reúnem de forma voluntária para pensar no próximo, para pensar em cidades, e não somente em Lençóis Paulista”, finalizou.
Além do prefeito de Lençóis Paulista, Anderson Prado de Lima (presidente do Comitê Gestor), da vice-prefeita Cíntia Duarte, de secretários municipais e representantes de empresas do município, estiveram na assembleia o prefeito de Agudos, Altair Francisco da Silva; prefeito de Macatuba, Marcos Donizeti Olivatto (vice-presidente do Comitê Gestor); Aloísio Garmes Júnior, promotor de Justiça do Meio Ambiente, representando o Ministério Público; biólogo Antônio Carlos Perucci Júnior, coordenador de Meio Ambiente de Macatuba e secretário Executivo do Comitê; vereador Paulo Henrique Victaliano; Sérgio Peres, presidente do Instituto Nossa Terra; professor Sidnei Aguiar, especialista em recursos Hídricos e presidente do Conselho Técnico; Daniel de Andrade Ghirotti, representando o Rotary Clube de Lençóis Paulista; Geovana Martins Paccola, secretária de Agricultura e Meio Ambiente representando o prefeito de Borebi Antonio Carlos Vaca; José Maria Capelasso, secretário de Turismo e Cultura representando o prefeito de Igaraçu do Tietê, Carlos Alberto Varasquim; Marcos Fernando Alves, diretor Municipal de Governo representando o prefeito de Areiópolis Antônio dos Santos; José Otávio Cella Júnior, diretor de Agricultura e Meio Ambiente representando o prefeito de São Manuel, Ricardo Salaro Neto; e o Vereador de Igaraçu do Tietê Aparecido Jovanir Pena Júnior. Participaram da assembleia também representantes das empresas Ambev, Duratex, Lutepel, Zilor, Bracell Limited, que está operando em Lençóis como Lwarcel, entre outras.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2019 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia