publicidade
Prefeitura lança CEP Rural nesta quinta-feira (11)
Em parceria com Polícia Militar, Bombeiros e SAMU, programa visa agilizar atendimento de emergências em áreas afastadas
Prefeitura lança CEP Rural nesta quinta-feira (11)
FÁCIL LOCALIZAÇÃO - CEP Rural vai trazer mais segurança às pessoas que residem em áreas afastadas da zona urbana (Foto: Divulgação)
Um evento previsto para a noite desta quinta-feira (11), às 19h30, no Espaço Cultural Cidade do Livro, em Lençóis Paulista, marca o lançamento do Programa CEP Rural. Criado pela Prefeitura Municipal, o projeto visa trazer mais segurança às pessoas que residem em áreas afastadas do perímetro urbano, possibilitando a identificação precisa da localização das propriedades e garantindo mais agilidade a eventuais atendimentos de emergências por parte das equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).
Desenvolvido ao longo dos últimos meses pela equipe da Secretaria de Tecnologia da Informação da Prefeitura Municipal, o Programa CEP Rural foi idealizado no ano passado pela vereadora Diusaléia de Fátima Jacomino Furlan (REDE). A inspiração da vereadora, que teve o pedido prontamente atendido pelo prefeito Anderson Prado de Lima (PSB), foi um modelo já implantado na vizinha cidade de Botucatu.
“Eu me interessei pela ideia desde a primeira vez que vi em Botucatu e, no final de 2017, apesentei o projeto ao prefeito Prado. Fico feliz por estarmos prestes a lançar o programa. Isso representa muito para as pessoas que moram na zona rural. Facilitar a localização das propriedades e permitir que um eventual socorro posse ser feito com mais rapidez pode ajudar a salvar uma vida”, destaca a vereadora.
“Nosso governo trabalha pelo o que é novo, moderno e dinâmico, porém, temos um forte viés humanista. Para se ter uma ideia do benefício desse programa, basta imaginar como uma ambulância terá precisão do local no atendimento de uma emergência na área rural, o que resultará em redução do tempo para salvamento de vidas. E isso fará toda a diferença”, completa o prefeito Prado de Lima.
O principal benefício trazido pelo Programa CEP Rural será a redução no tempo de deslocamento das equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e SAMU aos locais das eventuais ocorrências na zona rural, o que está diretamente ligado à eficiência do atendimento. Depois de cadastradas no sistema, as propriedades poderão ser facilmente localizadas por meio de GPS, possibilitando, inclusive, que uma rota seja traçada diretamente ao local.
O secretário de Tecnologia da Informação, Matheus Guilhem Giacometti, explica que a operacionalização do Programa CEP Rural será feita por meio de dois sistemas: um painel administrativo no site da Prefeitura Municipal, que será utilizado para o cadastramento e alterações de informações sobre as propriedades, diretamente no setor de cadastro do Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC); e um aplicativo para dispositivos móveis (celulares, smartphones ou tablets), que, além de também servir para a inclusão de informações, pode ser utilizado para consultar a localização de determinada propriedade, bem como traçar a rota até o local por meio de GPS.
O projeto, que também contou com apoio da Secretaria de Planejamento e Urbanismo, Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e SAMU, futuramente também será integrado à Guarda Civil Municipal (GCM). Ainda segundo Giacometti a ferramenta também pode, no futuro, auxiliar outros municípios.
“O CEP Rural foi projetado para atender as necessidades de qualquer cidade do Brasil não apenas de Lençóis Paulista. De início ele será implantado somente aqui, mas, posteriormente, poderá ser cedido a outros municípios. É lógico que cada cidade ficaria encarregada de fazer os mapeamentos de suas próprias vias rurais - no Waze Map Editor - para permitir traçar a rota até a propriedade”, explica o secretário.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2019 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia