publicidade
Projeto de castração tem mais uma etapa concluída em Borebi
Serviço é oferecido gratuitamente pela Prefeitura Municipal de Borebi
Na última sexta-feira (25), por meio do setor de vigilância sanitária da Secretaria de Saúde, a Prefeitura Municipal de Borebi promoveu mais uma etapa de seu projeto permanente de castração de cães e gatos. Segundo informações divulgadas à imprensa, na data dez cães foram submetidos ao procedimento. O objetivo é castrar, nesta etapa, cerca de 70 animais, entre cães e gatos.
O projeto, que por força de uma lei municipal foi batizado como Serviço de Controle Populacional de Cães e Gatos, é mantido com recursos próprios do município, vinculados ao serviço de controle de zoonoses. Segundo a Prefeitura Municipal, a ação vem sendo executada pelos médicos veterinários Rafaela Xavier de Melo Zílio e Eduardo Belei Zílio, com o auxílio da estagiária Elysne Sancevini Buassali.
Os profissionais destacaram que, apesar de a manutenção de programa de castração constar de Lei Federal n.º 13.426/17 e, portanto, ser determinação a todos os municípios, são pouquíssimos os que efetivamente desenvolvem o projeto. Em Borebi, realizar a castração de cães e gatos é um projeto permanente, realizado periodicamente.
Quem tiver interesse em castrar seu animal de estimação deve procurar o setor de vigilância sanitária ou o Posto de Saúde, para manifestar a intenção. Possuem preferência na lista de interessados os cuidadores de animais de rua e os donos de cães agressivos.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2019 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia