Prado de Lima anuncia mudanças no Secretariado
Júlio Gonçalves vai para o Planejamento; Meiri Montanheiro e Adriano Paccola assumem Educação e Finanças
Prado de Lima anuncia mudanças no Secretariado
NOVOS ARES - Júlio Gonçalves vai para a Secretaria de Planejamento (Foto: Elton Laud/O ECO)
O prefeito Anderson Prado de Lima confirmou mudanças no primeiro escalão do Governo Municipal. A servidora pública Meiri Aparecida Galassi Montanheiro, que atualmente é supervisora de ensino, é a nova secretária de Educação no lugar de Railson Rodrigues, que ocupou o posto de forma interina. Outro servidor de carreira que assume posto de chefia é o contador Adriano Carlos Paccola, que atualmente é coordenador e será o novo secretário de Finanças da cidade, cargo ocupado por Júlio Gonçalves, que aceitou o convite do prefeito para comandar a Secretaria de Planejamento. As mudanças foram comunicadas durante uma reunião dos secretários que ocorreu na manhã da quarta-feira (10).
“São mudanças que visam preencher vagas que estavam sendo ocupadas interinamente por outros secretários e que agora terão servidores devidamente nomeados e dedicados exclusivamente para cuidar dessas importantes áreas do Governo. A escolha dos nomes levou em consideração primeiro a capacidade técnica de cada um para exercer as funções para as quais foram convidados a ocupar e em segundo lugar privilegiar servidores púbicos de carreira, ou seja, pessoas que dedicaram grande parte de suas vidas à Administração Pública”, frisou Prado de Lima.
O prefeito também fez um agradecimento especial ao servidor Júlio Gonçalves que aceitou deixar sua zona de conforto - ele comanda a Secretaria de Finanças desde 2001 - para assumir um desafio totalmente novo que é planejar o crescimento e desenvolvimento da cidade nos próximos anos. “Embora sejam áreas ligadas, porque o planejamento de ações no curto, médio e longo prazo, depende do orçamento público, que é elaborado pela área de Finanças, a Secretaria de Planejamento tem um olhar mais global para a cidade, além de dar suporte para as demais áreas do Governo Municipal”, declarou Gonçalves.
Meiri Aparecida Galassi Montanhero é casada, natural de Lençóis Paulista, tem formação acadêmica em Língua Portuguesa e Literatura, Pedagogia e Pós-Graduação em Gestão Educacional, Literatura Clássica e Moderna e Políticas Públicas pela Unesp de Araraquara. Ingressou no magistério em 1986 e hoje é professora aposentada na rede estadual. Na rede municipal iniciou em 2001, como coordenadora pedagógica e posteriormente efetivou-se como diretora de escola, exercendo a função de supervisora de ensino de 2001 até a presente data.
“Fiquei muito feliz pelo convite que é o reconhecimento de um trabalho de 18 anos dedicado à Educação Municipal, razão pela qual acredito e sempre me dediquei. Atuar como secretária de Educação é um desafio muito grande e de extrema responsabilidade, onde o compromisso maior será a garantia de uma gestão democrática e participativa, que privilegie a qualidade dos serviços prestados à população, com foco na aprendizagem e sucesso dos alunos”, disse a nova secretária.
Adriano Carlos Paccola ingressou no serviço público em 1985 e se formou em contabilidade em 1988. Entre 1985 e 1995, atuou como auxiliar de contabilidade, depois, entre 1996 e 2000, atuou como escriturário III. Entre 2001 e 2002, atuou como assistente técnico administrativo e desde 2002 está no cargo de coordenador de contabilidade. Além disso, Adriano é fundador e sócio fundador da ASP (Associação dos Servidores Públicos) e Cooperserv (Cooperativa dos Servidores Públicos) e já foi membro do Conselho de Administração do IPREM (Instituto de Previdência Municipal de Lençóis Paulista).
“Gostaria de agradecer ao prefeito Prado, à vice-prefeita Cíntia e ao Tipó pela confiança de indicar meu nome para ocupar esse cargo. Penso que apesar de ter tanto tempo dentro do serviço público, assumir a Secretaria de Finanças será um grande desafio e espero corresponder às expectativas de todos”, declarou Paccola.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia