Com dois deputados, região perde representatividade
Federal Rodrigo Agostinho e estadual Fernando Cury foram os únicos eleitos
Com dois deputados, região perde representatividade
DA CASA - Em visita a Lençóis Paulista, Rodrigo Agostinho destaca que vai trabalhar pela região (Foto: Elton Laud/O ECO)
O balanço das eleições do último domingo (7) não foi dos melhores para a região de Lençóis Paulista, que passará a contar com um número menor de representantes políticos a partir de 2019, com apenas dois deputados eleitos, metade da quantidade atual. Os únicos vitoriosos no pleito foram o bauruense Rodrigo Agostinho (PSB), eleito deputado federal com 100.179 votos, e o botucatuense Fernando Cury, reeleito deputado estadual com 98.815 votos.
Em 2014 foram eleitos quatro deputados. Como estadual, além do próprio Cury; entraram os bauruenses Pedro Tobias (PSDB), que decidiu não concorrer após cinco mandatos; e Celso Nascimento (PSC), que obteve apenas 10.778 votos e não conseguiu a reeleição. Como federal, o representante foi o são-manuelense Milton Monti, que neste ano tentava se eleger para o sexto mandato consecutivo, mas ficou de fora com 55.125 votos, menos da metade dos 115.942 votos obtidos em 2014.
Rodrigo Agostinho, ex-prefeito de Bauru, destaca que a perda de representatividade não afeta apenas na região, mas todo o interior do estado, que elegeu um número muito menor de deputados em relação à últimas eleições. Apesar do contexto, o bauruense, que escolheu Lençóis Paulista, onde obteve 1.294 votos, para iniciar o trabalho como deputado federal eleito, garante que vai trabalhar muito pela região.
“Eu sempre fui muito bem acolhido por Lençóis Paulista e sei o tamanho da minha responsabilidade, visto que o interior de São Paulo não elegeu quase nenhum deputado. Mas quero, além de agradecer pela confiança, dizer que Lençóis Paulista tem, sim, um deputado. Estou à disposição da cidade e meu escritório em Brasília estará sempre de portas abertas”, relata Agostinho, que concedeu a entrevista no gabinete do prefeito Anderson Prado de Lima (PSB).
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia