Lideranças lençoenses falam sobre a importância de ter um deputado
Cidade tem quatro candidatos concorrendo a cargos no Congresso e na Assembleia Legislativa
Milhões de brasileiros vão às urnas neste domingo (7) para exercer seu direito constitucional do voto e escolher seus novos representantes para os poderes Executivo e Legislativo, nos âmbitos federal e estadual. Além do cargo de presidente, os eleitores dos 26 estados e do Distrito Federal votam para eleger seus govenadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais - deputados distritais no caso do Distrito Federal. As seções eleitorais de todo o país abrem os portões a partir das 8h e permanecem abertas até às 17h, de acordo com os horários locais.
Ao todo, mais de 147,3 milhões de eleitores brasileiros estão em dia com a Justiça Eleitoral e, portanto, aptos a votar nessas eleições. Apenas na região de circulação do Jornal O ECO, que contempla as cidades de Lençóis Paulista, Pederneiras, Agudos, Macatuba, Areiópolis e Borebi, o número de eleitores passa dos 135,8 mil eleitores, com ligeira maioria composta por mulheres. Com 49.067 eleitores, Lençóis Paulista segue como o maior colégio eleitoral da região, com 178 seções distribuídas em 29 locais de votação (confira nas páginas seguintes).
Como neste ano a cidade tem postulantes tanto para o cargo de deputado federal - Cristiano Rodrigo da Silva, o Cantor Zanuty (PRB), e José Aparecido dos Santos, o Gestor José Aparecido (PRTB) - quanto para deputado estadual, - Ailton Tipó Laurindo, o Dr. Tipó (PHS), e Nassib Moreira Lopes (PTC) - a reportagem do Jornal O ECO decidiu ouvir algumas das lideranças lençoenses de diversos seguimentos para saber o que elas pensam sobre a possibilidade de a cidade eleger um deputado e também como isso pode contribuir positivamente para a população local. Confira a opinião de cada um dos entrevistados:
“Lençóis Paulista ter um deputado abre um horizonte jamais experimentado na nossa história, pois nos permite participar do centro das decisões políticas como nunca participamos antes. Isso é defender os interesses da cidade, da população, dos empresários e da região com uma dinâmica muito mais efetiva. A partir do momento em que elegermos um representante para falar em nome da cidade e da região nossas reivindicações terão mais alcance. Isso faz toda a diferença.” Anderson Prado de Lima, prefeito de Lençóis Paulista.
“Ter um deputado é muito importante. Eu vim da Grande São Paulo e posso garantir que quando você tem um representante na cidade tudo se desenvolve muito melhor em todos os aspectos, pois se tem mais representatividade na questão política. Isso ajuda a conquistar mais recursos para atender as necessidades do município na educação na saúde e em diversas outras áreas. Estou em Lençóis há 15 anos e não tenho dúvidas que isso está fazendo falta.” Apóstolo Daniel José da Costa, pastor da Igreja Mensagem do Amor de Deus.
“Este é um benefício natural. Eleger um deputado que tenha condições de trabalhar pela cidade de maneira mais efetiva é algo muito importante para todos nós. Por isso, é fundamental que a gente possa eleger alguém da cidade, que tenha experiência para lutar pela população. Alguém que não seja aventureiro e que tenha condições para estar à frente das decisões. São novos tempos para a cidade e esse é o momento propício.” Cônego Marcelo Paes, pároco da Paróquia São Pedro e São Paulo, do Núcleo Habitacional Luís Zillo.
“A possibilidade de Lençóis Paulista ter um representante direto é algo muito positivo, que vem sendo aguardado por todos nós. Ter eleito deputado com a fala lençoense traz muitos benefícios para a cidade e a coloca em igualdade com as demais cidades que também elegem seus representantes. É diferente, porque quando você tem essa questão da proximidade, você tem a quem reivindicar e também a quem cobrar os resultados.” Dr. João José Dutra, delegado aposentado e provedor do Hospital Nossa Senhora da Piedade (HNSP).
“Eu penso que Lençóis Paulista precisa assumir um papel de protagonismo na política e deixar de ser mera coadjuvante. Não tem como negar que isso só se consegue elegendo um deputado, alguém com condições de nos representar e lutar pelas nossas necessidades, para resolver nossos problemas. Não que os deputados de fora não contribuam, mas não se compara. Não tenho dúvida que partir do momento em que tivermos alguém trabalhando por nós e pela região, perceberemos a diferença.” João Miguel Diegoli, radialista e vereador.
“Eu penso que um deputado local ajuda muito pela questão da facilidade do acesso, porque, quando um prefeito, vereador, representante de alguma entidade ou empresa precisar falar com ele por conta de alguma demanda vai ser muito mais fácil de conseguir. Quando você conhece a pessoa, você tem o contato e pode falar diretamente com ela. É claro que isso facilita muito, inclusive na vinda de recursos para a cidade.” José Antonio Silva (Neno), presidente da Acilpa (Associação Comercial e Industrial de Lençóis Paulista).
“Essa é uma questão que eu defendo desde o princípio. Sempre fui favorável à ideia de que a Lençóis Paulista precisa de um deputado para trabalhar por ela e pelas cidades da região. Eu acredito que todos deveriam pensar da mesma forma em relação a isso, independentemente de partidos ou de conotações partidárias. Ter um deputado para nos representar é uma coisa muito importante, que traz muitos benefícios para a cidade como um todo.” José Oliveira Prado, o JOP, presidente da ARLP (Associação Rural de Lençóis Paulista).
“É necessário ter um representante da cidade. Hoje, quando precisamos reivindicar algo temos muita dificuldade, porque os deputados estão longe. Isso vale para todo mundo, para o prefeito, vereadores e para nós, que somos de associação de bairro. Temos muitos problemas para resolver na cidade e a possibilidade de ter alguém daqui a quem recorrer nos traz uma enorme vantagem. Nós, cidadãos lençoenses, precisamos de alguém para lutar por nós.” Marilisa Freire Costa, presidente da Associação de Moradores do Jardim Carolina.
“Eu penso que temos que procurar eleger pessoas que a gente conhece para nos representar e quando temos a possiblidade de escolher alguém da cidade eu não vejo motivo para não votar, justamente porque conhecemos a pessoa. Um deputado pode trazer recursos para a cidade, para as entidades que tanto precisam de auxílio e para a população. Eleger um candidato lençoense seria um grande passo para tornar isso uma realidade, por isso, é muito válido.” Padre Silvano Palmeira, pároco da Paróquia Cristo Ressuscitado, na Cecap.
“Com certeza, Lençóis Paulista ganha muito com um deputado eleito. Temos algumas cidades da região que elegeram representantes e conseguiram muitos benefícios para a população. Colocar nosso município nesse seleto grupo seria um grande privilégio e traria muitas vantagens para todo mundo. Um deputado local tem condições de atender muito melhor a cidade, pois sabe onde estão as principais necessidades, sabe das urgências.” Pastor da André Filiol, presidente regional da Igreja Evangélica Pentecostal Jesus de Nazaré.
“A proximidade é o principal benefício de ter um deputado na cidade. Sabemos como ter um representante está fazendo falta. Eu acho que não se governa à distância, porque as coisas se resolvem no corpo a corpo, cara a cara. Não é criticar, mas todos sabem que muitos dos candidatos que vêm de fora para pedir votos aqui na cidade só aparecem no período de eleição. Eu acredito, sinceramente, que nós merecemos muito mais do que isso.” Wagner Flausino Lopes, (Côco), presidente da Associação de Moradores do Jardim Primavera.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia