Cantor Zanuty aposta forte na proposta de renovação
Candidato a deputado federal se diz otimista com receptividade na região e espera surpreender nas urnas
Cantor Zanuty aposta forte na proposta de renovação
CORRENDO POR FORA - Otimista com campanha, cantor Zanuty não vê vitória como algo impossível (Foto: Elton Laud/O ECO)
Concorrendo a um cargo eletivo pela primeira vez, Cristiano Rodrigo da Silva, o Cantor Zanuty, de 35 anos, espera surpreender nas eleições deste domingo (7) e obter uma votação que lhe permita conquistar uma vaga no Congresso Nacional. Candidato a deputado federal pelo PRB (Partido Republicano Brasileiro), o artista, nascido em Macatuba, mas criado em Lençóis Paulista, é um dos dois postulantes ao cargo na cidade.
Sobre a decisão de colocar o nome à disposição dos eleitores, ele revela que sua motivação foi a insatisfação com o cenário político nacional. Já em relação à escolha por se lançar candidato justamente a deputado federal, que é um cargo de maior projeção e, naturalmente, com mais dificuldade para se eleger, ele afirma não ver a vitória como algo impossível e fala até como será sua atuação em Brasília. “Venho com a proposta de renovação e quero trabalhar principalmente pela saúde e por moradias. Eu sou do povo, sei do que o povo precisa e vou me dedicar para isso”, pontua.
Confiante no resultado, Zanuty destaca que tem recebido bastante apoio nas cidades por onde tem passado. “No início eu estava um pouco com medo da receptividade, mas estou confiante nessa reta final da campanha. Estou trabalhando em cerca de 25 cidades e tenho recebido bastante apoio”, revela o candidato.
Assim como muitos de seu partido, Zanuty tenta se beneficiar de possíveis votações expressivas dos principais nomes da legenda, como Celso Russomano e Marcos Pereira, que devem, juntos, ficar perto dos 2 milhões de votos, segundo o partido, que projeta eleger deputados federais com até 25 mil votos em um cenário otimista.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia