Prefeitura trabalha na conclusão do Piloto de Floresta Urbana
Projeto será incluído no conjunto de ações do Programa Município Verde Azul
Prefeitura trabalha na conclusão do Piloto de Floresta Urbana
FLORESTA URBANA - Árvores foram plantadas ao longo da Avenida Nações Unidas, no Núcleo Habitacional Luiz Zillo (Foto: Divulgação)
A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente da Prefeitura de Lençóis Paulista trabalha para concluir o Piloto de Floresta Urbana do município, que está localizado na Avenida Nações Unidas, no Núcleo Habitacional Luiz Zillo, via importante e de grande circulação na região, onde se encontram escolas como a EMEI Yvonne Conti (ensino infantil); Escola Estadual Rubens Pietraroia, e EMEF Luiz Zillo, além do Estádio Municipal João Roberto Vagula (Vagulão) e do Ginásio Municipal de Esportes Hiller João Capoani (Toniquinho). A conclusão da ação atende aos critérios e ações do Programa Município Verde Azul, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e acontece na semana em que se comemora o Dia da Árvore, data que tem por objetivo conscientizar a população sobre a importância da arborização urbana.
O Piloto de Floresta Urbana é uma das ações da diretiva Arborização Urbana, que representa a importância das árvores no meio ambiente, além de ser um referencial de sustentabilidade e paisagismo aplicado para melhor qualidade de vida da cidade. A estrutura para se ter um Piloto de Floresta Urbana envolve a presença de árvores dos dois lados da via e no canteiro central, calçada ecológica com plantio de grama, aspecto da fiação ou ausência de fiação, aproveitamento de árvores já existentes e plantio de outras espécies (no caso resedás e oitis), mínimo de 100 metros de extensão em via de grande circulação e placa de identificação localizada na extensão da avenida.
O Piloto de Floresta Urbana será incluído no conjunto de ações a serem apresentadas para prazo da certificação final do Programa Município Verde Azul, que se encerra no próximo dia 1 de outubro. A ação também requer a gestão participativa, ou seja, que os cidadãos ou moradores próximos ajudem a cuidar para o sadio desenvolvimento das árvores.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia