Delegação lençoense brilha no Campeonato Brasileiro de Kung Fu
Atletas locais conquistaram quatro medalhas de ouro e duas de bronze
Delegação lençoense brilha no Campeonato Brasileiro de Kung Fu
GARRA DE TIGRE - Com quatro ouros e dois bronzes, delegação local brilha no campeonato Brasileiro de Kung Fu (Foto: Divulgação)
A delegação de Lençóis Paulista manteve o histórico de bons desempenhos nas recentes competições de artes marciais e brilhou na 29ª edição do Campeonato Brasileiro de Kung Fu/Wushu, que foi disputada entre os dias 5 e 9, na cidade de Londrina, no Paraná. Representada por seis atletas de sanda (modalidade de combate) da franquia local da Associação Garra de Tigre de Kung Fu (AGTKF), a cidade garantiu seis medalhas, sendo quatro de ouro e duas de bronze.
A competição, promovida pela Confederação Brasileira de Kung Fu/Wushu (CBKW), reuniu centenas de atletas de todos os estados do país, que garantiram suas vagas pelos desempenhos nos campeonatos regionais. Os destaques lençoenses foram os lutadores Caio Henrique Pitoli, Samuel Henrique Cordeiro, Nilceia Pereira de Souza e Karen Pitoli, que se sagraram campeões em suas respectivas categorias e conquistaram vagas no Campeonato Pan-americano da modalidade, que acontece no final de outubro, na Argentina.
Caio Pitoli, que compete no adulto masculino para atletas com até 70 quilos, garantiu o título com vitórias sobre lutadores do Piauí, Santa Catarina e Pernambuco. Samuel Henrique Cordeiro, que luta no juvenil masculino para atletas com até 56 quilos, ficou com o primeiro lugar por WO, já que o adversário de Santa Catarina não conseguiu bater o peso na final da categoria.
Nilceia Souza, lutadora do adulto feminino para atletas com até 48 quilos, chegou para a competição com dois títulos na bagagem e garantiu o tricampeonato superando oponentes do Rio de Janeiro e de Santa Catarina. Já Karen Pitoli, estreante no adulto feminino para atletas com até 68 quilos, se garantiu no topo do pódio com vitórias sobre atletas de Brasília e Pernambuco.
Os outros dois atletas da delegação ficaram com o bronze depois de sofrerem derrotas nas semifinais de suas categorias. Matheus Amaro, que luta no juvenil masculino para atletas com até 70 quilos, perdeu para um lutador do Mato Grosso do Sul; Juliele Prado, do adulto feminino para atletas com até 60 quilos, foi superada por uma adversária de Rondônia.
A delegação local ainda contaria com a presença de mais dois atletas com grandes chances de medalha: Guilherme Moreno Gama (juvenil masculino até 65 quilos) e Nathália Briquezi (juvenil feminino até 52 quilos). Guilherme ficou de fora por conta de uma fratura no nariz, Nathália não conseguiu viajar em decorrência de problemas particulares.
Para Adriano Pitoli, técnico dos atletas lençoenses, o desempenho foi excelente e premia a dedicação de cada um dos lutadores nos meses de intensa preparação. “Fico feliz, porque nossos atletas conseguiram colocar em prática tudo o que treinamos. Após nove meses na China, Caio voltou ainda mais preciso e venceu suas lutas com tranquilidade. O Samuel, apesar de não ter lutado a final, estava muito preparado. A Karen estava um pouco nervosa, lutando pela primeira vez no adulto, mas conseguiu desenvolver bem seu jogo de sanda. A Nilceia, muito experiente, não deu chance às adversárias e não correu riscos. Para a Juliele e Matheus o importante foi a experiência, que vai ajudar que eles conquistem bons resultados no futuro. É uma pena que tivemos as ausências do Guilherme e da Nathália, que tinham boas chances também, mas, no geral, voltamos muito satisfeitos”, declara o técnico.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia