Boletos vencidos acima de R$ 400 agora podem ser pagos em qualquer b
Com implantação de nova plataforma de cobrança, mudança passa a valer para todas as faturas a partir de novembro
Boletos vencidos acima de R$ 400 agora podem ser pagos em qualquer b
MUDANÇA - Boletos acima de R$ 400 passaram a ser aceitos por qualquer banco (Foto: Divulgação)
Uma mudança que vem sendo implementada pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos) vai agilizar e facilitar a vida das pessoas que precisam pagar faturas vencidas, mas esbarram na obrigação de ter que quitar seus débitos diretamente nas agências dos bancos emissores dos respectivos documentos. Iniciada no final do ano passado, a implantação da nova plataforma nacional de cobrança teve mais uma etapa concluída no último sábado (25), quando os boletos bancários vencidos, com valores entre R$ 400 e R$ 799,99, passaram a ser aceitos por qualquer instituição financeira.
A liberação, inicialmente prevista para o último dia 26 de maio, mas adiada para adequação do novo sistema, é parte de um processo gradativo que prevê que todos os boletos gerados no país sejam registrados na nova plataforma até novembro, diferentemente do que ocorre com o sistema que está sendo substituído, que por não integrar os dados emitidos pelas instituições financeiras impossibilita o cálculo de juros e multas - cobrados após o vencimento - por outros bancos que não os emissores.
Segundo a assessoria de imprensa da Febraban, o novo sistema permite a identificação do CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do pagador, o que facilita o rastreamento de pagamentos com a verificação feita automaticamente pelo próprio sistema. Caso os dados coincidiam com os da plataforma, a operação é validada, se houver divergência nas informações, o pagamento só poderá ser efetuado no banco de origem da operação.
Implantação foi dividida em etapas
O processo de implantação da nova plataforma nacional de cobrança, desenvolvida com a colaboração das instituições financeiras, foi dividido em diversas etapas por conta do alto volume de boletos bancários emitidos no país, que ultrapassam os 4 bilhões anuais, segundo estimativa da Febraban.
Em julho de 2017, quando foi iniciada implantação, começaram a ser aceitas por todos os bancos as faturas de mais de R$ 50 mil. Em setembro do mesmo ano o sistema incluiu boletos com valores superiores a R$ 2 mil. Em março foi a vez dos boletos de R$ 800 a R$ 1999,99.
De acordo com o cronograma estabelecido pela Febraban, a partir do dia 13 de outubro todos os bancos também passarão a aceitar as faturas com valores entre R$ 100 e 399,99. No dia 27 do mesmo mês a plataforma também já incluirá os boletos com valores abaixo de R$ 100.
A previsão da entidade é que a partir do dia 10 de novembro, com a conclusão da última etapa, todas as instituições bancárias também passem a aceitar as faturas vencidas de cartões de crédito, doações, entre outras. Após a finalização da implantação, o outro sistema será desativado e só serão validados os boletos cadastrados na nova plataforma.
 
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia