Publicidade
Publicidade
Publicidade
Construção de casas do Jardim Ibaté deve ser retomada na próxima sem
Cerimônia realizada ontem marcou a assinatura do documento que possibilita a conclusão das obras
Construção de casas do Jardim Ibaté deve ser retomada na próxima sem
CASA CHEIA - Cerimônia contou com a participação de autoridades e famílias que reivindicam moradias populares (Foto: Wagner Gonçalves/Divulgação)
Uma cerimônia realizada na tarde de ontem (20), na Sala de Sessões Mário Trecenti, na Câmara Municipal de Lençóis Paulista, marcou a assinatura do documento que vai possibilitar a retomada das obras de construção de 72 casas na cidade e no distrito de Alfredo Guedes. Licitada em 2013 e iniciada no ano seguinte, após convênio firmado com a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), a construção dos dois conjuntos habitacionais deveria ter sido concluída em 18 meses, mas sucessivos problemas atrasaram o andamento das obras, que estão paralisadas há quase dois anos, desde outubro de 2016.
Das 72 casas, 39 se encontram no prolongamento do Jardim Ibaté, no conjunto habitacional denominado “Lençóis Paulista E”, que foi projetado para ser destinado às famílias residentes em áreas de risco de enchente, como as vilas Contente e Bacilli. As outras 33 integram o conjunto habitacional “Lençóis Paulista F”, localizado no distrito de Alfredo Guedes.
A cerimônia realizada ontem contou com a participação do prefeito Anderson Prado de Lima (PSB), do presidente da CDHU, Humberto Schmidt, do engenheiro Aguinaldo Lopes Quintana Neto, diretor técnico da CDHU, do gerente regional da Companhia, Newton Rodrigues Freire, da vice-prefeita Cíntia Duarte (PDT), do presidente da Câmara Manoel dos Santo Silva, o Manezinho (PSDB), dos vereadores João Miguel Diegoli (MDB), Diusaléia Furlan (REDE), Francisco de Assis Naves (PDT), Jucimário Cerqueira dos Santos, o Bibaia (PV), além de secretários municipais e integrantes da Associação Mãos Amigas, formada por famílias que reivindicam moradias populares na cidade.
As obras serão concluídas pela empresa TPD Engenharia, que foi vencedora da licitação feita pela CDHU. Os trabalhos já foram retomados nesta semana em Alfredo Guedes e devem ser iniciados na próxima semana no Jardim Ibaté. A previsão é que as casas sejam concluídas em até seis meses.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia