Centro de Equoterapia completa 15 anos de atividade em Lençóis
Criado em 2003, projeto já ajudou na reabilitação de centenas de pacientes
Centro de Equoterapia completa 15 anos de atividade em Lençóis
COMPANHEIROS - Cavalos tem o poder de ajudar na reabilitação e na cura de pacientes (Foto: Divulgação)
Há 15 anos, a equoterapia, método terapêutico que utiliza cavalos para estimular movimentos, ajuda na recuperação de pacientes do Centro Equus Vita. Fundando com o objetivo de proporcionar aos praticantes com algum tipo de deficiência física, mental ou sensorial uma modalidade terapêutica diferenciada, prazerosa e eficiente, o Centro comemorou no último mês de junho as grandes vitórias conquistadas pelas centenas de pacientes já atendidos no local.
O projeto foi idealizado em 2003 por José Oliveira Prado, atual presidente da Facilpa (Feira Agropecuária, Comercial e Industrial de Lençóis Paulista), que na época contou com auxílio de outros profissionais que abraçaram a causa para estruturar o Centro, que hoje tem cerca de 43 praticantes com o tratamento em andamento.
No projeto a equipe multi e interdisciplinar desenvolve atividades com o objetivo de potencializar as intervenções terapêuticas necessárias a cada praticante através de um método diferenciado. Cada praticante recebe atendimentos específicos e intercalados semanalmente sobre o cavalo, através da equipe profissional que conta com psicóloga, fisioterapeuta, fonoaudióloga, terapeuta ocupacional, pedagoga e um guia.
Inicialmente é realizada a aproximação com o animal, para que haja a aceitação e integração do mesmo. Em seguida, dá-se a monta, para que o praticante possa experimentar a sensação de independência e autonomia sobre o cavalo, proporcionando uma melhora em sua afetividade, socialização, comunicação, autoestima e autoconfiança e possibilitando melhora na qualidade de vida.
Com relação aos aspectos físicos, o cavalo, através do movimento tridimensional de seu dorso no andar ‘ao passo’, transmite sensações e estímulos ao praticante, possibilitando estimular a musculatura comprometida, como se o praticante estivesse realizando determinados e específicos exercícios fisioterápicos, com a finalidade de movimentar o corpo ultrapassando as barreiras das próprias limitações.
O Centro de Equoterapia Equus Vita atende crianças a partir dos dois anos de idade, além de adolescentes e adultos com indicação para o tratamento equoterápico. “É muito gratificante poder trabalhar em um consultório ao ar livre e com auxílio de um instrumento muito rico, o animal. Temos grande diversidade de estímulos visuais, auditivos e olfativos, o que enriquece nossas sessões. Ter o prazer de presenciar a relação cavalo versus praticante é muito bom. Eles (cavalos) são extremamente sensíveis ao comportamento humano”, explica a psicóloga da equipe, Juliana Oliveira Romão Bodo. 
E o Centro que está comemorando mais um aniversário, ganhou recentemente um grande presente. Em uma das sessões realizadas rotinamente a equipe teve a surpresa de ver os primeiros passos de um paciente, de cinco anos de idade, praticante há pouco mais de um ano, que tinha dificuldades para se movimentar, começar a andar após os exercícios de reabilitação. “Isso, dinheiro nenhum paga. É uma satisfação para todos nós da equipe poder presenciar este momento lindo. Ver uma criança dando seus primeiros passos após ajuda da equoterapia, só nos motiva a continuar”, finaliza Juliana. 
EQUIPE - Profissionais sentem satisfação em desenvolver esse trabalho; na foto Lidiane, Rita, Leonardo, Vanessa, Juliana e Ana Carolina no final do ano com o Papai Noel
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia