Polícia Ambiental localiza rifle e carne de capivara em Lençóis
Homem de 36 anos mantinha um jabuti em cativeiro em sua residência no Santa Terezinha; ele foi multado em R$ 4,5 mil
Polícia Ambiental localiza rifle e carne de capivara em Lençóis
PROVAS - Além do Jabuti e da carne de capivara, Polícia Ambiental apreendeu rifle, munição e uma faca (Foto: Polícia Ambiental/Divulgação)
Na manhã dessa sexta-feira (25), a Polícia Ambiental da base de Barra Bonita, que cobre diversas cidades da região, localizou um rifle e grande carne de capivara, proveniente de caça predatória, no interior de uma casa localizada em Lençóis Paulista.
Segundo informações do cabo Pelegrino, durante policiamento ambiental rural, a equipe recebeu a denúncia de que o morador de uma residência localizada no Jardim Santa Terezinha estaria caçando animais silvestres na região com o uso de armas e armadilhas.
Os policiais se deslocaram até local informado, onde foram recebidos pelo morador, que, após ser informado da denúncia, autorizou a entrada da equipe para os procedimentos de fiscalização. Questionado sobre o fato, ele acabou confessando que tinha em casa uma arma de fogo e que armazenava a carne do animal silvestre no local.
Após as vistorias, os policiais localizaram um rifle de calibre 22, com silenciador, 19 munições intactas do mesmo calibre, 3,7 quilos de carne de capivara congelada, que estava no interior de um freezer, além de um jabuti que estava em cativeiro, sem autorização ambiental. Uma faca também foi apreendida.
Diante do ocorrido, o indivíduo, de 36 anos, foi conduzido à Delegacia de Polícia de Lençóis Paulista, onde foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e por crime ambiental contra a fauna.
Administrativamente, a Polícia Ambiental elaborou auto de infração ambiental pelo cativeiro do jabuti e pelo armazenamento de carne de animal silvestre proveniente de caça. Segundo o cabo Pelegrino, a multa aplicada foi de R$ 4,5 mil.
Após registro de BO, o infrator foi liberado e responderá pelos crimes em liberdade, o rifle e as munições foram apreendidos, o jabuti ficará depositado no local até que se encontrem vagas em centros de recuperação da região.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia