Skaf lidera para governador em Lençóis
Candidato do MDB tem 31% da preferência entre eleitores lençoenses; tucano João Dória fica em segundo com 22% dos votos
Skaf lidera para governador em Lençóis
PREFERIDO - Paulo Skaf é o governador ideal para 31% dos eleitores lençoenses (Foto: Divulgação)
O emedebista Paulo Skaf lidera a disputa para governador em Lençóis Paulista. Presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Skaf teria 31% dos votos lençoenses se a eleição para o governo de São Paulo acontecesse em maio. É o que mostra o levantamento feito pela Propagare Pesquisas, em Lençóis Paulista, entre os dias 12 e 15 deste mês. Na segunda posição entre os nomes que devem concorrer a governador de São Paulo em 2018, o ex-prefeito da Capital, o tucano João Dória seria votado por 22% dos eleitores do município.
Paulo Skaf e João Dória são seguidos pelo ex-presidente do PT paulista, Luiz Marinho, que teria 7% dos votos lençoenses, e pelo atual governador de São Paulo, Márcio França (PSB), que disputará a reeleição e hoje seria apoiado por 4% dos eleitores locais. Dos eleitores ouvidos, 18% afirmaram votar nulo ou em branco e 13% estão indecisos ou afirmam que não pretendem votar nas eleições de 2018.
Quando separado em estratos, Skaf lidera entre homens (32%) e mulheres (30%), e tem seu melhor desempenho entre os eleitores que têm entre 16 e 24 anos (43%) e moram na região do Núcleo Luiz Zillo/Júlio Ferrari (38%) ou na região dos Jardins Itamaraty/Ubirama (31,5%). Entre os eleitores de Paulo Skaf, 27% têm o ensino fundamental ou médio incompleto e 36% já concluíram o ensino médio ou têm o superior completo.
Candidato do PSDB, Dória obtém seus melhores resultados junto aos eleitores masculinos (25% do total) e na faixa etária que vai dos 25 aos 34 anos (28%). Outras regiões onde o tucano tem bom desempenho são as regiões central (25%) e da Cecap (28% dos votos).
O levantamento ouviu 405 eleitores, distribuídos proporcionalmente segundo cotas pré-definidas de sexo e faixa etária baseadas em informações do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e regiões geográficas definidas a partir de dados disponibilizados pelo Censo 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A margem de erro é de 4,9% para um coeficiente de confiança de 95%. Sob os números SP-03169/2018 e BR-03543/2018, a pesquisa foi registrada, feita e paga com recursos da empresa Propagare Digital Estratégias e Comunicação Social.
Rejeição de candidatos do PT e do PSDB é praticamente igual, mostra pesquisa
Os pré-candidatos do PT, Luiz Marinho, e do PSDB, João Dória, lideram a rejeição entre os eleitores lençoenses na disputa pelo governo do estado de São Paulo. Os números são parecidos e estão rigorosamente dentro da margem de erro. É o que mostra o levantamento feito em Lençóis Paulista pela Propagare Pesquisas entre os dias 12 e 15 de maio.
Ex-presidente do PT, Luiz Marinho é rejeitado por 17% dos eleitores lençoenses que afirmam jamais votar no petista. Logo em seguida, vem o tucano João Dória com 15% de rejeição na cidade. Se somados aos 10% dos eleitores que rejeitam todos os pré-candidatos apresentados, Marinho e Dória passam a ter rejeições preocupantes para seus apoiadores no Município.
Líder na disputa pelo voto lençoense, Paulo Skaf (MDB) tem 12% de rejeição. Dos quatro candidatos considerados favoritos à disputa, o governador Márcio França (PSB), que disputará a reeleição, tem a menor rejeição no eleitorado local, 9%. Outros 25% afirmam que não sabem ainda em quem votar ou demonstram vontade de se abster do voto em outubro de 2018.
O levantamento ouviu 405 eleitores, distribuídos proporcionalmente segundo cotas pré-definidas de sexo e faixa etária baseadas em informações do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e regiões geográficas definidas a partir de dados disponibilizados pelo Censo IBGE 2010. A margem de erro é de 4,9% para um coeficiente de confiança de 95%. Sob os números SP-03169/2018 e BR-03543/2018, pesquisa foi registrada, feita e paga com recursos da empresa Propagare Digital Estratégias e Comunicação Social. (Por Moisés Rocha)
 
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia