Bauruenses visitam usina de reciclagem de Lençóis
Profissionais vieram conhecer a estrutura e a logística dos ecopontos
Bauruenses visitam usina de reciclagem de Lençóis
VISITA - Bauruenses visitam usina de reciclagem de Lençóis (Foto: Divulgação)
Na última segunda-feira (14), a usina de reciclagem de Lençóis Paulista recebeu a visita de um grupo de bauruenses formado pelo secretário de Meio Ambiente, Sidnei Rodrigues, e cooperativas de reciclagem, Coopeco (Cooperativa Ecologicamente Correta de Materiais Recicláveis de Bauru), representada por Gisele Moretti, e Cootramat (Cooperativa de Trabalhadores com Material de Bauru), representada por Maria Aparecida Silveira.
Participaram também pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Lençóis Paulista o secretário Claudemir Rocha Mio (Tupã), a coordenadora Edéria Pereira Gomes Azevedo e o educador ambiental Helton Damacena, além da presidente da Cooprelp (Cooperativa de Reciclagem de Lençóis Paulista), Marilza Rodrigues. A visita teve por objetivo conhecer a estrutura e logística dos dois ecopontos que são administrados pela Cooprelp.
Sobre o sistema utilizado em Lençóis Paulista, o secretário Tupã disse que é um método que beneficia a todos, pois o material reciclável separado nos ecopontos incrementa a renda dos membros cooperados e proporciona ao meio ambiente menos rejeitos dispostos no aterro municipal, já que a Secretaria apoia o trabalho da Cooprelp, disponibilizando máquinas para o manejo de resíduos nesses ecopontos.
Destacou ainda que a população também está diretamente envolvida, pois pode utilizar ecopontos para destinar pequenas quantidades de resíduos de construção civil, galhos e resíduos vegetais, resto de móveis e madeiras. “A parceria entre governos municipais e cooperativas de reciclagem é fundamental para o bom desempenho do serviço prestado aos munícipes, seja na questão de estrutura ou em apoio as ações educativas, uma vez que ganha a participação da comunidade no projeto socioambiental”, completa.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia