Seguuuuuuura, peãooooo!
Vande Garcia, locutor de rodeio, conta que começou a narrar em festas e churrascos com amigos
Seguuuuuuura, peãooooo!
INÍCIO - Locutor há 20 anos, Vande Garcia começou imitando grandes nomes do rodeio (Foto: Arquivo Pessoal)
Dono de uma das vozes mais potentes do interior paulista, Vandercil Garcia, de 55 anos, mais conhecido por Vande Garcia, é lençoense e já participou de muitas narrações de rodeio pelas cidades do interior paulista. Sua voz forte e marcante é destaque nos rodeios da Facilpa (Feira Agropecuária, Comercial e Industrial de Lençóis Paulista), festa da qual participa há vários anos, inclusive nesta edição.
Vande conta que ainda na juventude começou a narrar por brincadeira em churrascos de amigos, sempre imitando famosos locutores de rodeio, como Asa Branca, Capixaba e Piracicabano, locuções até hoje admiradas por ele. Mas o locutor lembra que seu primeiro contato com o microfone foi na década de 1980, quando foi convidado por um amigo para fazer uma locução no Clube Esportivo Marimbondo (CEM). 
“Sempre gostei de imitar os locutores conhecidos por narrarem grandes rodeios. Em festas e churrascos meus amigos sempre me pediam para narrar por brincadeira. Foi quando um deles me convidou para fazer a locução em uma competição de touro mecânico em uma festa country”, lembra.
Com o tempo, Vande Garcia ficou conhecido por profissionais da área, até que em 1995 foi convidado para fazer uma participação no rodeio da Facilpa, sua primeira vez na arena. “Me lembro como se fosse ontem, a locução era feita pelo Piracicabano naquele ano e eu pude dar uma ‘palinha’ na narração do rodeio em um dia que as arquibancadas estavam lotadas por conta do show de João Paulo & Daniel”, recorda.
Depois disso, sua carreira deslanchou. Em 1996, Vande deu início à locução em uma festa que era realizada em um sítio conhecido como Rancho dos Amigos. Por sua simpatia, poder de improviso e, acima de tudo, sua voz forte e potente, o locutor foi recebendo convites para narrar leilões, festas religiosas, comícios e diversos eventos sertanejos.
Em Lençóis, Agudos, Macatuba, Areiópolis, Borebi, Pratânia, São Manuel, o locutor foi se mostrando e o sonho de se apresentar em um evento de rodeio profissional se tornou realidade em 2005, quando foi convidado pelo presidente da Associação Rural de Lençóis Paulista (ARLP), José Oliveira Prado, para fazer sua grande estreia na Facilpa. “Foi marcante em minha vida poder narrar um rodeio profissional. Me senti emocionado por estar diante daquele público e também por poder fazer a locução de uma das maiores festas do estado de São Paulo, dentro da minha cidade”, ressalta.
Vande Garcia continua fazendo a locução da Facilpa. Na 41ª edição, começou ontem (27) a narrar o rodeio cutiano e comanda a arena até amanhã (29), na grande final do Circuito Top Team Cup, ao lado do locutor Taturana.
Durante os quase 20 anos narrando montarias em touros e cavalos, leilões, show de prêmios e festas religiosas, o locutor aperfeiçoou a técnica e hoje fala com prioridade sobre a locução de rodeio, sua profissão do coração.
“É um prazer enorme estar mais um ano narrando o rodeio cutiano. Acredito que o locutor tem que passar a emoção do rodeio para a plateia, mas a reciprocidade disso é enorme. Ver as pessoas vibrando com a narração é gratificante demais”, finaliza.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia