Força Tática prende homem após furto de motocicleta em Lençóis
Comparsa fugiu com outra moto furtada; dupla também roubou um carro em Pederneiras
Força Tática prende homem após furto de motocicleta em Lençóis
RECUPERADA - Polícia recuperou uma das motocicletas furtadas no sábado (21) em Lençóis; um homem foi preso e outro está foragido (Foto: Divulgação)
Na madrugada do último sábado (21), por volta das 2h, a equipe de Força Tática da Polícia Militar de Lençóis Paulista prendeu um homem acusado de furtar duas motocicletas e um carro com a ajuda de seu comparsa, que conseguiu fugir com um dos veículos e está sendo procurado pela Justiça.  
Segundo informações obtidas pela reportagem, a equipe de Força Tática composta pelo Sargento Lucas e pelos Soldados Davi e Gabriel fazia patrulhamento pelo Jardim Primavera quando avistou duas motocicletas, uma Honda XRE 300, ano 2010, e uma Honda CG 150 Titan, ano 2008, ambas com placas de Lençóis Paulista, saindo do acesso do bairro pela contramão em direção à Rodovia Marechal Rondon (SP-300).
A equipe tentou realizar a abordagem, mas os dois indivíduos que conduziam os veículos empreenderam fuga, sendo acompanhados pela viatura até que uma das motocicletas perdeu o controle ao entrar na Rodovia Osni Mateus (SP-261), no quilômetro 116.
Caído no chão, L.R.S., de 18 anos, residente na vizinha cidade de Pederneiras, foi abordado, detido e, ao ser indagado sobre o motivo da fuga, confessou que a motocicleta tinha acabado de ser furtada, bem como a outra que estava com o seu comparsa, J.P.M.O., de 19 anos, que conseguiu fugir - os furtos ocorreram no Jardim Grajaú e América.
O indivíduo também confessou que ele e seu comparsa haviam furtado um VW Gol em Pederneiras - placas da mesma cidade - e que o veículo tinha sido abandonado depois de ser usado para trazer a dupla até Lençóis.
Diante dos fatos, L.R.S. foi encaminhado à Delegacia de Polícia, onde o delegado de plantão ratificou o flagrante e o manteve recolhido à disposição da Justiça. J.P.M.O., continua foragido, sendo procurado pela Justiça.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia