Publicidade
Publicidade
Publicidade
Nível de emprego recua pelo segundo mês seguido em Lençóis
Saldo fechou negativo em 119 vagas em março; demissões da construção civil e setor de serviços impulsionaram queda
Nível de emprego recua pelo segundo mês seguido em Lençóis
SOB CONTROLE - Apesar de baixa na geração de emprego, Cagarete espera resultados positivos nos próximos meses (Foto: Divulgação)
Lençóis Paulista fechou com saldo negativo no nível de emprego pelo segundo mês seguido. A informação é do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego, que divulgou a atualização referente ao mês de março nessa sexta-feira (20). Segundo os dados, o mercado de trabalho formal da cidade fechou 119 postos de trabalho no mês passado, com 667 contratações e 786 demissões.
Em fevereiro o saldo já havia ficado negativo em 53 vagas (677 contratações e 730 demissões), principalmente por conta da construção civil, que demitiu 226 trabalhadores e contratou apenas 64, perdendo 162 empregos com Carteira de Trabalho assinada. Em janeiro havia ocorrido exatamente o oposto, já que o mesmo setor tinha contratado 354 pessoas e demitido apenas 99, fechando com saldo positivo de 255 vagas e contribuindo para a alta de 396 empregos registradas no mês (979 contratações e 583 demissões).
O principal ‘vilão’ de março, segundo o Caged, continuou sendo a construção civil, que fechou com saldo negativo de 86 vagas (98 contratações e 104 demissões), porém, o setor de serviços também teve desempenho ruim, perdendo 63 postos de trabalho (198 contratações e 261 demissões), contribuindo para uma queda mais acentuada do mês. 
Por outro lado, alguns setores contribuíram para minimizar as perdas. Os melhores resultados foram da indústria de transformação e agropecuária, ambas com saldo positivo de 12 vagas, com 203 contratações e 191 demissões na indústria de transformação e 40 contratações e 28 demissões na agropecuária.
Apesar de uma nova queda, o secretário de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura Municipal de Lençóis Paulista, André Paccola Sasso, o Cagarete, mantém o otimismo e avalia que os dados devem revelar outro panorama nos próximos meses, com a contabilização das contratações da safra e o aumento da movimentação no comércio. 
Para o secretário, também é importante observar que o saldo do ano segue positivo (223 vagas, com 2.324 contratações e 2.101 demissões), o que demonstra que a economia local segue aquecida, apesar dos fatores sazonais. “Não podemos nos basear nos resultados negativos dos primeiros meses, que, historicamente, sempre apresentam queda. Analisamos como a economia vem se comportando e procuramos fomentar a geração de emprego com o que está ao nosso alcance. Temos empresas contratando e outras que estão se instalando na cidade e que, em breve, estarão contratando. Acredito que estamos caminhando nesse sentido”, completa o secretário.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia