Lençoenses terão canal direto com a Prefeitura pelo WhatsApp
Programa “Cidade 10” vai receber reclamações sobre mato alto, lixo, buracos e sujeira nas vias públicas
Lençoenses terão canal direto com a Prefeitura pelo WhatsApp
CIDADE 10 - Prado de Lima diz que a ideia é atender às demandas da população em até 10 dias úteis (Foto: Elton Laud/O ECO)
A Prefeitura Municipal de Lençóis Paulista deve lançar, ainda no primeiro semestre deste ano, um canal direto para o recebimento de sugestões, denúncias, reclamações da população local. O programa, que está em fase de desenvolvimento, foi batizado de “Cidade 10” e tem como principal objetivo a aproximação com o cidadão lençoense e suas demandas.
Segundo informações obtidas pelo Jornal O ECO, o programa terá como foco as demandas da população relacionadas a quatro temas considerados fundamentais, que são o mato alto, o lixo jogado em locais inadequados, buracos nas ruas e sujeiras nas vias públicas.
O programa, que ainda está sendo desenvolvido e pode passar por alguns ajustes, deve funcionar de forma bem simples. Todo cidadão que tiver uma reclamação ou se deparar com um dos problemas citados poderá fazer uma foto e enviar pelo aplicativo WhatsApp (a Prefeitura disponibilizará um número exclusivamente para o serviço). A ideia é que a demanda relatada seja atendida em até 10 dias úteis.
À reportagem, o prefeito Anderson Prado de Lima (PSB) relata que o lançamento do programa vai ao encontro à ideia de fazer um “governo de portas abertas”, que para ele significa não apenas abrir as portas do gabinete para o atendimento da população, mas ouvir as pessoas e compreender seus problemas.
“O Cidade 10 será uma forma do lençoense ter um canal direto com a Prefeitura. Ele é apenas o primeiro passo de uma grande reestruturação que vamos fazer de nossa Ouvidoria Municipal. A tecnologia hoje faz parte de nossa vida e temos que usá-la para aproximar o Poder Público do cidadão que quer cada vez mais ter voz e participar da administração da cidade. As pessoas têm todo direito de reivindicar nas redes sociais, mas é impossível para a Prefeitura acompanhar todas essas demandas. Por isso, criamos um canal direto para que o lençoense tenha seu problema efetivamente resolvido”, completa o prefeito, que adianta que o serviço deve estar em funcionamento entre 30 e 60 dias.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia