Prefeitura propõe segunda reforma administrativa
Projeto transforma Diretorias em Secretarias e cria as pastas do Turismo e de Convênios
Prefeitura propõe segunda reforma administrativa
REFORMA - Prefeitura propõe a criação de duas novas secretarias (Foto: Divulgação)
Além do projeto de lei que contempla a criação da Guarda Civil Municipal (GCM), o prefeito Anderson Prado de Lima (PSB) enviaria ao Legislativo, na tarde de ontem (23), um pacote de projetos que integram a segunda reforma administrativa de seu governo - a primeira foi em janeiro do ano passado, logo no início de seu mandato. Os textos também devem entrar na pauta da sessão da segunda-feira (26) da Câmara Municipal, para depois seguirem para análise das comissões pertinentes e posterior apreciação dos vereadores.
Devido ao horário em que seriam protocolados, o Jornal O ECO não conseguiu ter acesso ao conteúdo dos projetos de lei antes do fechamento desta matéria, mas a reportagem apurou que entre as principais mudanças propostas estão a redenominação de todas as Diretorias Municipais para Secretarias Municipais, bem como a criação e duas novas pastas: a Secretaria de Turismo e a Secretaria de Convênios e Captação de Recursos.
Além de explicar que a criação da Secretaria de Turismo é necessária para que a cidade, recentemente reconhecida como Município de Interesse Turístico (MIT) e apta a receber recursos do Governo Estadual para investimento da área, tenha condições de melhor coordenar as ações que irão fomentar o setor, o prefeito falou à reportagem sobre o que pretende com a criação da Secretaria de Convênios e Captação de Recursos.
“Muitos municípios perdem recursos por não ter um setor responsável para cuidar disso. Botucatu é um modelo do que é capaz de fazer um departamento com vocação exclusiva para convênios. Lá se levantou milhões de Reais durante a última gestão, porque a prefeitura criou este setor. Lençóis Paulista precisa dar este paço”, resumiu Prado de Lima.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia