Número de internautas no Brasil já ultrapassa os 116 milhões
Dados são da atualização recente da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad C)
Número de internautas no Brasil já ultrapassa os 116 milhões
NA MÃO - Celulares são os aparelhos mais utilizados para o acesso à internet (Foto: Elton Laud/O ECO)
O número de brasileiros conectados à internet chegou a 116 milhões no terceiro trimestre de 2016, o que representa 64,7 da população (com idade acima de 10 anos). Os dados são da atualização mais recente da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad C), divulgada na última quarta-feira (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Segundo nota encaminhada à imprensa pelo Instituto, o levantamento utilizado para a elaboração do suplemento de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) foi feito em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.
A comparação com os dados coletados em 2015 através da Pnad, aponta que o país registrou um aumento de 14 milhões de internautas no período de 12 meses, já que naquele ano os brasileiros com acesso à internet somavam 102,1 milhões, o que representava 57,5% da população.
DISTRIBUIÇÃO
A região Sudeste é a que registra o maior índice de pessoas conectadas, com 72,3% da população com acesso à internet. Em seguida aparecem as regiões Centro-Oeste (71,8%), Sul (67,9%), Norte (54,3%) e Nordeste (52,3%).
Em todas as regiões, as pessoas com idade entre 18 e 24 anos são as que mais utilizam a internet (85%). O mesmo se repete entre a população com mais de 60 anos, que é a que menos navega em todo o país (25%).
PERFIL
A pesquisa aponta que o celular, presente na vida de 77,1% da população, lidera o acesso à internet no país, sendo utilizado por 94,6% dos internautas. Em segundo lugar aparecem os computadores (desktops e notebooks), utilizados por 63,7%. Em seguida vem os tablets (16,4%) e TVs (11,3%).
Ainda de acordo com os dados, 94,6% dos internautas, independentemente do meio que utilizam para se conectar e também da região em que se encontram, utilizam a internet para troca de mensagens de texto ou voz, por aplicativos como o WhatsApp ou redes Sociais como o Facebook.
Para 76,4% da população, a rede também é utilizada para o entretenimento, para assistir vídeos como filmes, séries ou programas em plataformas como o Youtube e a Netflix.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia