Zilor e Senai promovem curso de produção de Açúcar, Energia e Etanol
Qualificação para Operador de Planta Sucroalcooleira capacitará 42 colaboradores e terá duração de cinco meses
Zilor e Senai promovem curso de produção de Açúcar, Energia e Etanol
CAPACITAÇÃO - Zilor e Senai promovem curso de Operador de Planta Sucroalcooleira (Foto: Divulgação)
Com o propósito de capacitar seus profissionais para a gestão da produção de Açúcar, Etanol e Energia, a Zilor, em parceria com as escolas Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) de Lençóis Paulista e Sertãozinho, está promovendo o curso de Operador de Planta Sucroalcooleira. 
A capacitação, que teve início no último dia 22 de janeiro e terá a duração de cinco meses, é integralmente custeada pela empresa e conta com a participação de 42 colaboradores das unidades industriais São José, de Macatuba e Barra Grande, de Lençóis Paulista. No ano de 2017, 40 colaboradores participaram do desenvolvimento.
O objetivo do curso é proporcionar sólidos conhecimentos para o desenvolvimento das atividades na produção sucroalcooleira. A ênfase da capacitação se concentra nos processos de gestão para a fabricação de açúcar e etanol e de geração de energia, dotado de senso analítico, crítico, prático e orientado para resultados. 
A diretora de Gestão de Pessoas e Socioempresarial da Zilor, Maria Elvira Sogayar Scapol, destaca que todo o conteúdo utilizado na capacitação foi desenvolvido em parceria entre a Zilor e o Senai, e tem por objetivo a qualificação dos profissionais, fortalecendo as competências e criando oportunidades para que eles estejam preparados para os desafios atuais e futuros. 
“Durante o curso, nossos colaboradores participam de aulas teóricas e práticas e terão como meta desenvolver um projeto de melhoria com resultados efetivos em sua área de atuação, o que contribui para fixação da aprendizagem por meio da aplicação do conteúdo na prática, otimizando as operações”, destaca.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia