Polícia Militar recupera vários objetos furtados
Um homem e uma mulher foram presos; dois adolescentes foram detidos, mas acabaram liberados
Na última quarta-feira (27), a Polícia Militar de Lençóis Paulista recuperou diversos objetos que haviam sido furtados em datas anteriores. Os produtos estavam na casa de um homem que afirmou à polícia que havia cedido espaço para uma mulher e dois adolescentes guardarem os objetos. Todos os envolvidos foram detidos e o homem e a mulher acabaram presos, já os adolescentes foram liberados ao pai.
Após receber denúncia via Copom (Centro de Operações da Polícia Militar), a equipe formada pelos cabos Assis e Golfeto se deslocou até o local da chamada, onde as vítimas informaram que haviam avistado uma mulher andando com um calçado que teria sido furtado em data anterior e, ao tentarem tirar satisfação, foram ameaçadas com uma faca e um canivete por dois adolescentes que estavam com a suspeita.
Na averiguação das informações, a equipe chegou até um endereço onde supostamente estariam escondidos os objetos furtados e se deslocaram até o local, onde encontraram um homem que autorizou a entrada na residência. Durante a busca foram encontrados diversos objetos, como uma furadeira, roupas novas e usadas, televisão, máquinas fotográficas, celulares, videogames, tênis, bolsas, joias e perfumes.
Questionado, o suspeito afirmou não saber a procedência dos objetos e que abrigava uma mulher, que estaria morando no local com dois adolescentes. O indivíduo foi levado à Delegacia de Polícia, onde, durante o registro da ocorrência, os policiais foram avisados que a mulher e os dois adolescentes estariam no Parque do Paradão, se deslocando ao local de imediato.
Em abordagem aos três suspeitos, a equipe localizou a faca e o canivete utilizados para ameaçar uma das vítimas, R$ 201 em dinheiro e diversas joias. Ao serem questionados, eles não souberam informar a origem dos objetos e receberam voz de prisão.
De volta à Delegacia de Polícia, o delegado de plantão confirmou o flagrante dos dois maiores pelos crimes de receptação, associação criminosa e corrupção de menores, mantendo-os presos à disposição da Justiça. As vítimas que compareceram ao local dos fatos e à delegacia retomaram a posse de seus pertences. Os menores, que são irmãos, foram liberados ao pai.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia