Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lwarcel recebe recertificação nas normas ISO
Auditoria avaliou processos corporativos e de produção, vendas e distribuição de celulose
Lwarcel recebe recertificação nas normas ISO
APROVADA - Equipe da Lwarcel comemora recertificação das normas ISO (Foto: Divulgação)
A Lwarcel Celulose recebeu da certificadora norueguesa DNV (Det Norske Veritas) a recertificação dos Sistemas Integrados de Gestão ISO 9001 (Qualidade) e ISO 14001 (Ambiental). Entre os aspectos verificados na auditoria, estiveram os processos envolvidos na produção, vendas e distribuição de celulose de eucalipto e processos corporativos.
Desde 2008, a empresa possui a certificação ISO 14001, norma internacionalmente reconhecida que estabelece os requisitos de um sistema de Gestão Ambiental, que permite a uma organização desenvolver e praticar metas sustentáveis, controlando os impactos significativos sobre o meio ambiente e melhorar continuamente suas operações e negócios. E, desde 2011, a ISO 9001, específica para sistema de Gestão da Qualidade.
Neste ano, a auditoria foi conduzida mantendo novamente o foco no Fortalecimento do Sistema de Gestão Integrado nas interfaces com as partes interessadas, sendo ambiental com a comunidade e órgãos regulamentadores e de qualidade na busca de relações duradouras com os clientes. A Lwarcel foi reconhecida pelo auditor líder por seu compromisso e seriedade com a auditoria. O profissional destacou as equipes envolvidas e a evolução das pessoas como massa crítica e visão geral da organização a longo prazo.
O gerente de CPQ-MA da Lwarcel Celulose, Christiano Ometto Martini, destaca a evolução observada a cada ano. “A recertificação é uma conquista de todos. Dessa vez, tivemos uma auditoria noturna, que foi algo inédito. Já estamos há nove anos com essa certificação e o progresso é resultado da avaliação minuciosa de cada ajuste identificado, que é realizado dentro das nossas necessidades”, declara.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia