Prefeitura de Agudos assina convênio para construção de 90 casas
Governo do Estado vai liberar R$ 9 milhões em recursos
Prefeitura de Agudos assina convênio para construção de 90 casas
NO PAPEL - Prefeito Altair assinou convênio na última quinta-feira (21) (Foto: Divulgação)
Na última quinta-feira (21), o prefeito de Agudos, Altair Francisco Silva (PRB), assinou, no Palácio dos Bandeirantes em São Paulo, o convênio junto ao governo estadual para a liberação de recursos na ordem de R$ 9 milhões para a construção de 90 casas populares na cidade.
As casas começam a ser construídas em 2018, no Jardim Vienense. A data do processo de inscrição, cadastramento e seleção das famílias a serem contempladas com as moradias será determinada pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano), em parceria com a Prefeitura.
Para conseguir a liberação dos recursos para a construção das casas, o prefeito esteve por diversas vezes em São Paulo, levando documentações, fazendo reuniões com a Secretaria e Habitação e na CDHU. Embora o processo para construção do núcleo habitacional tenha começado na administração passada, faltavam ainda vários detalhes para a formalização.
A equipe da Secretaria de Obras da atual administração produziu a documentação exigida pela CDHU, enviou ofícios e o prefeito acompanhou diretamente todos os procedimentos para que a população agudense possa ter acesso a mais moradias populares. Desde o ano passado, estavam previstas a construção de dois núcleos habitacionais em Agudos. A aprovação e liberação das obras vem sendo cobradas pela atual administração desde o início do ano. 
O prefeito contou também com o apoio dos vereadores Glauco Batata, Omar, Luciano Durães, Carlos Alves, vereadora Tata e secretário municipal de Habitação, Kleber Cavinato, que estiveram junto com ele, na secretaria de Habitação, no mês de outubro, em reunião com o secretário estadual Rodrigo Garcia. Um segundo conjunto habitacional, chamado Agudos F, que terá 103 casas, no Jardim Santa Cândida, ainda aguarda liberação na CDHU. 
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia