Médica alerta para sinais da má circulação sanguínea
Redução do fluxo de sangue no corpo pode resultar em complicações de saúde
Médica alerta para sinais da má circulação sanguínea
SINAIS - Má circulação sanguínea significa que partes do corpo, especialmente mãos e pés, recebem quantidade insuficiente de sangue (Foto: Divulgação)
Pés e mãos frias e sensação de formigamento podem ser sinais de má circulação sanguínea. A redução do fluxo de sangue no corpo pode resultar em outras complicações de saúde, como tonturas, fadiga, perda de cabelo, e até mesmo distúrbios digestivos. O sofrimento do fluxo sanguíneo lento geralmente é um sintoma de outro problema subjacente. Diabetes, excesso de peso, pressão alta e o tabagismo são fatores de risco para complicações da má circulação.
“Isso ocorre porque essas condições fazem com que as artérias diminuam, o que restringe o fluxo sanguíneo”, alerta a cirurgiã vascular e angiologista Dra. Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.
De acordo com a médica, o coração é responsável pelo bombeamento de sangue rico em oxigênio em todo o corpo e, como ele alimenta os tecidos do seu corpo e órgãos vitais, qualquer redução na circulação sanguínea significa que as funções corporais podem ser prejudicadas. 
A má circulação sanguínea significa que partes do corpo, especialmente as mãos e pés, recebem quantidade insuficiente de sangue. Uma vez que o sangue chega às pernas e aos pés, a panturrilha tem que bombear para mandá-lo de volta ao coração e aos pulmões. O acúmulo de placas nas artérias e outros fatores podem diminuir o fluxo sanguíneo e torná-lo mais difícil.
Embora a má circulação afete muitas pessoas idosas, pode causar complicações em pessoas de todas as idades. É importante sempre procurar formas de melhorar a circulação sanguínea para evitar danos graves ao seu cérebro, coração, fígado e membros. 
Os sinais de má circulação sanguínea podem não ser instantaneamente óbvios, mas os resultados podem ser sérios. “Se os tecidos do corpo e os órgãos vitais não recebem um suprimento adequado de sangue, você poderia acabar com coágulos de sangue, inchaço, um sistema imunológico enfraquecido e até perda de memória”, comenta.
Para a médica, embora a circulação fraca possa causar uma variedade de sinais e sintomas, muitas pessoas permanecem em grande parte assintomáticas até que a condição atinja um estágio avançado. “Além disso, os sinais e sintomas podem ser facilmente ignorados ou atribuídos a outra causa, uma vez que se desenvolvem gradualmente. Portanto, é importante prestar atenção ao seu corpo e consultar o médico regularmente para um diagnóstico preciso”, destaca a especialista, que cita alguns sintomas:
ENTORPECIMENTO E FORMIGAMENTO NOS MEMBROS
A circulação fraca causa pés ou mãos frias juntamente com entorpecimento. Se sangue suficiente não atingir os membros, também é possível que haja a sensação de agulhadas.
FUNÇÃO COGNITIVA PREJUDICADA
O fluxo sanguíneo inadequado também pode afetar a função do seu cérebro, causando perda de memória e dificuldade de concentração.
PROBLEMAS DIGESTIVOS
A circulação sanguínea ruim pode comprometer o sistema digestivo, já que, como todas as outras funções corporais, ele também precisa de um bom suprimento de sangue para funcionar corretamente.
FADIGA
Um fluxo de sangue mais lento afeta os níveis de energia e cria uma sensação de cansaço à medida que o coração se esforça mais para manter o sangue circulando.
ALTERAÇÕES DA PELE
Em pessoas com pouca circulação, os pés e as pernas frequentemente parecem pálidos quando deitados ou sentados com os pés elevados. Quando os pés estão no chão, no entanto, tanto os pés como as pernas geralmente aparecem em vermelho escuro.
DORES
Dependendo da razão da má circulação, a pessoa pode ter dor nas pernas ou mãos e cãibras musculares.
INCHAÇO
O inchaço também é um sintoma comum de má circulação sanguínea nas pernas de pessoas que sofrem por causa do fluxo sanguíneo de suas pernas de volta ao coração.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia