Fundação Lemann premia três escolas lençoenses
Unidades locais lideram ranking nacional de escolas que utilizam plataforma Khan Academy
Fundação Lemann premia três escolas lençoenses
RECONHECIMENTO - Escolas locais foram premiadas por desempenho na plataforma Khan Academy (Foto: Divulgação)
Três escolas de Lençóis Paulista foram premiadas pela Fundação Lemann pelo desempenho na educação. O anúncio foi feito na manhã de ontem (8), em cerimônia realizada na Diretoria de Educação do município. As escolas Philomena Briquesi Boso (Alfredo Guedes), Maria Zélia Camargo Prandini (Júlio Ferrari) e Eliza Pereira de Barros (Centro) foram as que obtiveram o melhor aproveitamento dentre as centenas de escolas da rede pública do país que utilizam a plataforma Khan Academy (mantida pela Fundação) para o ensino de matemática.
Segundo a assessoria de imprensa, essa foi a primeira vez que três escolas de uma mesma cidade ficaram nas três primeiras colocações do ranking nacional, que leva em conta o nível de aproveitamento da plataforma e o desempenho dos alunos. Pela conquista, cada escola receberá um kit esportivo completo para todas as modalidades, inclusive com redes e uniformes. As professoras Klissia Rocha, Dirce Lima e Amatrice de Souza, responsáveis pela plataforma nas respectivas escolas, foram premiadas com um leitor de livros digital da marca Kindle.
Na cerimônia, que contou com a presença de representantes da Fundação Lemann, das escolas premiadas e do prefeito Anderson Prado de Lima (PSB), a diretora de Educação, Neusa Carone, enalteceu o trabalho das profissionais que trabalham diretamente com o projeto e destacou o avanço na aprendizagem da disciplina.
“Gratificante chegar ao final do ano e poder ver nossas escolas recebendo este prêmio pelo comprometimento com a melhoria de qualidade do ensino/aprendizagem. É inédito a mesma cidade ter as três escolas campeãs, entre centenas que participam do mesmo projeto, no Brasil”, comentou.
SOBRE A PLATAFORMA
A Khan Academy é uma plataforma de matemática com aulas e exercícios pela qual os alunos estudam e se desenvolvem, avançando para novas metas à medida que as dificuldades vão sendo superadas e as aulas assimiladas. A própria plataforma vai aumentando o grau de dificuldade e, por isso, os alunos que acompanham vão crescendo no raciocínio, na matemática, enfim, aprendendo cada vez mais. (Com informações da assessoria de imprensa).
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2018 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia