Publicidade
Publicidade
Publicidade
Polícia Civil prende autor de homicídio
Ele estava foragido desde o começo do mês, quando aconteceu o fato
Polícia Civil prende autor de homicídio
CRIME - Vítima foi atingida dentro de seu veículo, um Gol prata, em frente a um bar (Foto: Divulgação)
A Polícia Civil de Pederneiras prendeu um homem acusado de ter cometido um homicídio na última quinta-feira (2). K. A. O, de 36 anos, seria o responsável pela morte de Alan Aparecido Martimiano, de 27 anos, atingido por um disparo de arma de fogo enquanto circulava pela cidade com a namorada e um casal de amigos. Depois de dias foragido, o autor se apresentou na delegacia na segunda-feira (6). Após ouvir todos os envolvidos, o delegado Marcelo Bortoli Gimenes, responsável pelo caso, entrou com o pedido de prisão temporária, que foi acatado pela Justiça.
Segundo informações da polícia, no dia do crime, por volta da 1h30, K. A. O, seguia em um Elantra preto quando surpreendeu a vítima, que conduzia um Gol prata, em frente a um bar na Rua Santa Rita de Cássia, no bairro Cidade Nova. O acusado efetuou um disparo de arma de fogo contra a cabeça da vítima e fugiu em seguida. Martimiano chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.
Os primeiros socorros foram prestados pela namorada da vítima, que o levou até o Pronto Socorro Municipal, de onde ele foi transferido para o Hospital de Base de Bauru, devido à gravidade do ferimento, já que o tiro teria atingido uma área muito sensível da cabeça. O óbito foi registrado assim que a vítima deu entrada na unidade bauruense. 
Segundo Gimenes, a desavença entre a vítima e o autor era antiga, motivada por um relacionamento do autor com a ex-esposa da vítima. Os dois já haviam se envolvido em diversas discussões, inclusive com agressões físicas, até que a mulher resolveu voltar com o ex-marido. O relacionamento teria durado pouco tempo, mas os atritos entre os envolvidos ficaram maiores até resultarem no crime, mesmo a vítima já estando, inclusive, em outro relacionamento.
À polícia, o autor relatou que sua intenção não era matar a vítima, mas alegou que se sentiu ameaçado e disparou quando Martimiano fez um movimento brusco, aparentando também estar armado. 
Logo após o fato, o acusado teria deixado outras pessoas que o acompanhavam em suas casas e fugiu para a cidade de Macatuba e depois para São Paulo, onde permaneceu por alguns dias antes de decidir voltar para Pederneiras e se entregar.
O carro utilizado para o crime era de um cliente do autor, que sempre deixava os veículos em sua casa para que ele pudesse realizar o polimento. Na volta, ele devolveu o carro ao cliente e se entregou à polícia na presença de dois advogados.
O autor foi indiciado por homicídio doloso qualificado, considerando motivo fútil e sem chance de defesa. Ele foi preso em cumprimento ao mandado de prisão temporária por 30 dias expedido pelo juiz de Jaú. Ainda na segunda-feira (6), a Polícia Civil ouviu a última testemunha do caso e agora aguarda os laudos periciais para concluir o inquérito.
TENTATIVA
No último domingo (5), por volta das 21h30, durante patrulhamento de rotina, uma equipe da Polícia Militar de Pederneiras foi solicitada pelo Corpo de Bombeiros para comparecer à Rua Alcides Valineti, no Bairro Maria Helena, onde havia um homem com ferimentos causados por faca nas regiões da barriga e das costas, em estado grave. Apesar da gravidade, a vítima ainda teria conseguido informar aos policiais que não sabia dizer qual teria sido a motivação do crime e passado as características físicas do autor. As equipes, então, passaram a realizar patrulhamentos em busca do criminoso, mas não encontraram ninguém com as descrições apresentadas. A vítima foi encaminhada ao Hospital de Pederneiras e, devido ao estado grave, também acabou transferido para o Hospital de Base de Bauru.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia