Publicidade
Publicidade
Publicidade
Pequena notável
Depois de brilhar nos Regionais ao lado da equipe de ginástica rítmica de Lençóis, Drielly se prepara para os Jogos Abertos
Pequena notável
DOSE DUPLA - Drielly Souza conquistou ouro individual e por equipes (Foto: Divulgação)
Elasticidade e coordenação são o que a ginástica rítmica exige do corpo, mas não é só isso. O esporte requer muito preparo e dedicação, coisas que a atleta Drielly Catelli Souza, de 15 anos, entente muito bem. Ela segue uma rotina de treinamentos intensos e, às vezes, cansativos, mas que tem resultado em grandes conquistas. “Eu treino todos os dias da semana, inclusive aos sábados. As vezes o treino começa as oito da manhã e vai até às dez da noite”, conta.
Com pouco mais de 1,5 metro e 43 quilos, além de muita experiência e profissionalismo pode-se dizer que ela é uma pequena notável. Afinal, quando ela entra no tablado para competir, é impossível não percebê-la. 
Ligada à dança desde pequena, a atleta, conta que começou a praticar a modalidade aos seis anos, quando foi convidada pela professora e treinadora Izabel Zacarias e aceitou sem nenhuma hesitação. Hoje ninguém duvida que a escolha foi mais do que acertada.
Drielly já participou de algumas competições em Lençóis Paulista e outras cidades da região e acumula sete medalhas, sendo cinco de ouro, uma de prata e uma de bronze. As mais recentes foram duas de ouro conquistadas nos Jogos Regionais de Lençóis Paulista, disputados no mês de julho, uma na prova por equipe de cinco arcos e outra na prova individual de mãos livres, em que se apresentou ao som do cantor Michael Jackson.
Duas conquistas especiais que renderam para ela e para a equipe coordenada pela professora Izabel Zacarias vaga nos Jogos Abertos do Interior, que serão disputados no mês de novembro na Grande São Paulo. “Com certeza foi uma surpresa. Não pensava muito nas medalhas quando comecei a disputar. Só de participar, eu já estava realizada. Foi uma grande experiência para mim, um sonho”, ressalta a ginasta.
Seus treinos diários de ginastica rítmica são praticados nas escolas Lina Bosi Canova, onde cursa o 9º ano, e Idalina Canova de Barros. Ela faz parte também da banda Zillo Lorenzetti, onde é baliza. As atividades sempre têm orientação da professora Izabel, responsável por ensinar e ajustar os movimentos das garotas.
“Os treinos são bem puxados e eu incentivo também a dieta rigorosa. Mas acredito que tudo isso dará muitos frutos em um futuro próximo. Na verdade, já começamos a colher bons frutos”, explica a mãe, Patrícia, maior incentivadora, que se orgulha da filha junto de seu esposo, Adriano, que também torce para que a garota continue se dedicando e desponte no esporte. 
A garota, que sonha seguir carreira no esporte, admira a ginasta brasileira, Angélica Kvieczynski, uma de suas maiores inspirações nos treinos e competições. "É um grande sonho, sempre isso vem na minha cabeça e me motiva ainda mais. Mas eu foco em uma competição de cada vez e agora é a vez dos Jogos Abertos. Vou me preparar para estar bem lá e dar o melhor de mim", enfatiza a ginasta.
MENINAS DE OURO - Equipe lençoense exibe as medalhas conquistadas nos Jogos Regionais
 
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia