Publicidade
Publicidade
Publicidade
Três amigos da fé e de caminhada
Manezinho, Bibaia e Luizinho são vereadores de origem nordestina que migraram para Lençóis em busca de uma vida melhor
Além do cargo de vereador, um traço especial une Manoel dos Santos Silva, Jucimário Cerqueira dos Santos e Luiz Gonzaga da Silva - o trio de amigos da Câmara Municipal. Manezinho, Bibaia e Luizinho do Açougue têm origem nordestina e migraram para Lençóis Paulista em busca de realizar o sonho de uma vida melhor. Pode-se dizer que os três amigos alcançaram o objetivo.
Manezinho é vereador há mais tempo (foi eleito pela primeira vez em 2000). Bibaia e Luizinho estão no primeiro mandato, foram eleitos no ano passado. Manezinho e Luizinho vieram de Pernambuco (Cupira e Garanhuns, respectivamente, ambos municípios na região de Caruaru). Bibaia veio da Bahia (município de Água Fria, região de Feira de Santana). E todos se encontraram em Lençóis pelos caprichos do destino.
A história dos três vereadores é comum e bem parecida. Em tempos diferentes, os pais de Manezinho e de Bibaia desceram o mapa do país em busca de trabalho em Lençóis Paulista. Mais tarde, trouxeram o restante da família (os filhos pequenos vieram junto, claro) e aqui se estabeleceram, fizeram carreira, construíram relações sólidas. Luizinho é o pai de família que veio em busca da vida melhor, repetiu o trajeto que muitas outras famílias fizeram antes e de outras que seguem fazendo hoje ao chegar à promissora Lençóis.
A vida dos três vereadores tem outros pontos em comum. Todos são de família humilde, experimentaram na pele as dificuldades de uma sorte madrasta, coisa que só se supera com muita determinação.
“Tenho orgulho de ter nascido em Garanhuns, cidade de gente brava, de gente valente e que gosta de conquistar seus objetivos. Mas foi em Lençóis que os meus objetivos de vida foram alcançados. Agradeço muito a Deus por isso tudo”, recorda Luizinho. “A verdade é que a gente gosta de preservar a raiz que tem. Meu coração é lençoense, sou grato por tudo que vivi e conquistei aqui. Mas tem um lugarzinho na alma da gente que voa feito a asa branca, volta para aquela terra seca e quente, pousa nas cercas de pau a pique fincadas no chão do sertão nordestino e contempla aquelas casas simples, aquelas pessoas sofridas, aquela gente que sofre muito sem nunca perder a fé”, complementa Manezinho.
Por fim, Bibaia resume: “cheguei aqui com uma bermuda, camiseta regata e chinelo. Era tudo que eu tinha, além de fome e do sonho de ser vereador. Hoje tenho família, casa, emprego e o mandato. São muitos sonhos que realizei nesta vida”, comenta e se emociona. “É choro de emoção, porque são lembranças boas de tudo que a gente passa para chegar onde está. Eu só agradeço a Deus por tudo isso”, justifica-se mostrando outra característica marcante dos três vereadores nordestinos: a fé em Deus, no trabalho e na família.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia