Publicidade
Publicidade
Publicidade
Construção das casas da CDHU pode começar em novembro
Liberação dos recursos depende de acerto com a Caixa Federal
O prefeito de Macatuba, Marcos Olivatto (PR), e o vice Amauri Bornello estiveram em São Paulo na última quarta-feira (4) para buscar informações sobre o Programa Cidade Legal e também sobre o andamento do processo de construção das 162 casas populares da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano).
Acompanhados da engenheira civil Tarsila Favorito Dutra e do secretário de Negócios Jurídicos, Clodoaldo Roberto Galli, os dois visitaram a Secretaria de Habitação, onde foram atendidos pela assessora jurídica Daniela Altavista e o assessor da CDHU, Cláudio Cocão.
Sobre o Cidade Legal, Olivatto explicou que o objetivo é regularizar o bairro Sonho Meu, porque as famílias já terminaram de pagar a casa, mas ainda não possuem a escritura. Segundo o prefeito, um convênio será formalizado nas próximas semanas.
Sobre as casas da CDHU, Olivatto disse que a informação recebida é que a construção pode começar em novembro. A cidade está entre os 86 municípios contemplados, mas faltaria um ajuste com a Caixa Econômica Federal para a liberação do dinheiro.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia