Publicidade
Publicidade
Publicidade
Homem é preso após agredir enteada
Ele desferiu um chute no rosto da adolescente e continuou a agredi-la no chão
Na tarde de segunda-feira (18), a Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de agressão no bairro rural Virgílio Rocha. Uma adolescente de 15 anos foi agredida a chutes pelo padrasto, e teve diversas lesões pelo corpo. O homem, que tem duas filhas, foi preso.
Após ser acionada via Copom (Centro de Operações da Polícia Militar), uma equipe se deslocou até o bairro para atender a uma ocorrência de agressão. No local, se deparou com uma adolescente de 15 anos ferida e o agressor, seu padrasto, ainda no local.
Segundo relato da vítima à polícia, o agressor havia ingerido bebida alcoólica e teria se irritado ao chegar em casa e se deparar com o portão trancado. A menina informou que o padrasto disse ter chamado por diversas vezes, mas que ela não ouviu por estar dentro da residência.
Após chamar e não ser atendido, o homem pulou o muro do quintal e, alterado, passou a agredir a adolescente. A vítima contou que recebeu um chute que atingiu seu rosto e que mesmo estando machucada e caída no chão continuou a receber diversos chutes pelo corpo, o que lhe causou lesões na costela, nas costas e na coxa. 
Questionado, o padrasto confirmou a agressão, porém, disse não ter prestado socorro por pensar não se tratar de algo grave. Em depoimento, ele disse que a agressão foi em sua defesa, afirmando que a vítima havia ido em sua direção armada com uma faca.
A mãe da vítima também foi ouvida na Delegacia de Polícia, como testemunha da ocorrência. Após colhidas as versões, o homem foi preso em flagrante por agressão e injúria, ficando à disposição da Justiça.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia