Publicidade
Publicidade
Publicidade
Márcio França anuncia oficialmente polos da Univesp e Etecri
Unidades devem funcionar no primeiro semestre de 2018 oferecendo cursos de formação superior e capacitação profissional
Márcio França anuncia oficialmente polos da Univesp e Etecri
CONQUISTA - Polos da Univesp e Etecri funcionarão já no início de 2018 (Foto: Elton Laud/O ECO)
Um evento realizado na manhã da última quinta-feira (31), na Etec Cidade do Livro, em Lençóis Paulista, com a presença do vice-governador e Secretário de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação do estado de São Paulo, Márcio França (PSB), marcou o lançamento oficial dos polos locais da Univesp (Universidade virtual do Estado de São Paulo) e da Etecri (Escola de Técnicas de Economia Criativa), que, a partir do primeiro semestre do ano que vem, irão oferecer novas oportunidades de formação superior e capacitação gratuita a estudantes da cidade e região.
A cerimônia, que contou com a presença de diversas autoridades políticas locais e regionais e foi acompanhada por alunos e professores da Etec, teve a mesa de honra composta pelo vice-governador, pelo prefeito, Anderson Prado de Lima (PSB), pelo presidente da Câmara Municipal, Manoel dos Santos Silva, o Manezinho (PSDB), pela vice-prefeita, Cíntia Duarte (Rede), pelo diretor Administrativo da Univesp, Ricardo Bacalon, pelo diretor de Desenvolvimento, André Paccola Sasso, o Cagarete, pela diretora de Educação, Neusa Carone, pela diretora da Etec, Silvia Adriana Silva Rossi, e pelo vice-presidente do diretório estadual do PSB, Valdomiro Lopes.
Em seu discurso, Márcio França destacou a importância da educação, afirmando que ela é a melhor forma de combater às desigualdades sociais muito presentes até mesmo em um estado próspero como São Paulo. Reforçou que a implantação de polos como os da Univesp e da Etecri contribuem para a ampliação do acesso à educação gratuita e de qualidade. “Existe muita distância entre as classes. A gente, enquanto poder público, luta para que isso possa diminuir. No nosso modo de ver política, é preciso fazer com que todos tenham as mesmas oportunidades. Claro que uns vão saber aproveitar melhor que os outros, mas todos têm que ter as mesmas oportunidades. Fazer esse equilíbrio é tarefa do Estado”, completou o vice-governador.
Seguindo a mesma linha, o prefeito Prado de Lima, que reiterou o quanto a conquista será fundamental para o desenvolvimento da cidade. “Eu penso que a qualificação profissional é indispensável não apenas para estar apto para entrar no mercado de trabalho, como também empreender, ou seja, criar seu próprio negócio. Tanto em uma área como na outra é preciso estar preparado. Com a instalação desses dois polos em nossa cidade, isso certamente será favorecido. Tenho certeza que essa é uma grande conquista para o povo de Lençóis Paulista”, declarou.
Saiba mais sobre os polos
A Univesp é parte de um projeto ousado do Governo do Estado, que pretende garantir, com a expansão dos polos, que até o final de 2019 mais de 280 mil alunos tenham acesso ao ensino superior gratuito e de qualidade em São Paulo, gabaritado pela credibilidade de instituições públicas de excelência como USP, Unesp e Unicamp, que designaram seus melhores professores de cada área para a produção das aulas dos sete cursos oferecidos pela Univesp (Engenharia da Computação, Engenharia de Produção, Licenciatura em Matemática, Pedagogia, Contabilidade, Administração e Gestão Pública).
O polo local deve oferecer, já no primeiro semestre de 2018, 350 vagas: 50 em cada um dos sete cursos. Como as aulas presenciais acontecem apenas a cada 15 dias, nos intervalos os alunos estudam de casa, em Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), que possibilita o acesso a videoaulas, material didático e bibliografia das disciplinas, além de permitir o esclarecimento de dúvidas do conteúdo diretamente com tutores, tudo online. O vestibular para as turmas do primeiro semestre será realizado no final deste ano.
Focada na valorização da economia criativa, como revela o próprio nome, a Etecri deve começar a funcionar em janeiro do ano que vem, porém, a quantidade de cursos e as vagas que serão disponibilizadas ainda não foram definidas. O que se sabe é que os cursos terão de três a quatro meses de duração e serão destinados a jovens com idade a partir de 16 anos. Alguns cursos que podem ser implantados no polo local são de gestão de mídias sociais, web design, moda, vitrinismo, gastronomia, produção de games, recreacionismo e grafitismo.
PRÓXIMO PASSO
Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Lençóis Paulista, a implantação dos dois polos, que será feita no local onde funcionaria a incubadora de empresas, no Distrito Empresarial Luiz Trecenti, depende agora de alguns trâmites burocráticos que já estão em andamento, inclusive a elaboração do projeto que precisa ser aprovado pela Câmara Municipal para a cessão do prédio ao Governo do Estado.
Todas as documentações já estão sendo providenciadas para que o projeto seja enviado, assim que as equipes designadas pelo Estado façam uma visita técnica nas instalações e que também seja encaminhado o ofício solicitando a cessão do prédio. Na prática, o convênio funciona como uma concessão de uso da área, que será administrada pelo Estado, que deve arcar com todos os custos para a adaptação do local e montagem das salas.
 
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia