Publicidade
Publicidade
Publicidade
Com alto investimento, LP Net lança TV a cabo em cinco cidades
Com apenas 17 anos, empresa lençoense entra no mercado das grandes multinacionais da área e projeta dobrar o faturamento
Com alto investimento, LP Net lança TV a cabo em cinco cidades
EXPANSÃO - Novos serviços da LP Net estarão disponíveis para mais de 450 mil pessoas até o final do ano (Foto: Divulgação)
Apesar de não divulgar as cifras, a LP Net reconhece que tem investido pesado na área de tecnologia, principalmente nos dois últimos anos, na implantação da infraestrutura de fibra ótica em várias cidades da região. A novidade, que já possibilitou que milhares de clientes de Lençóis Paulista, Macatuba, São Manuel e Barra Bonita - que já contam com quase 100% de cobertura da nova tecnologia de transmissão de dados - migrassem da internet via rádio para uma banda larga de maior velocidade (até 60 MB), também abriu caminho para a empresa ampliar os serviços oferecidos.
Além da telefonia fixa, que entrou em operação recentemente nas quatro cidades citadas, a empresa, que já é um dos maiores provedores de internet do interior paulista (atende cerca de 40 mil clientes residenciais e empresariais em 32 cidades da região Centro-Oeste), agora trabalha nos ajustes finais para colocar em funcionamento a Fly HDTV, um serviço de TV por assinatura que a insere no seleto e concorrido mercado das gigantes multinacionais prestadoras desse tipo de serviço.
O novo produto, que será comercializado a partir de julho, estará disponível inicialmente nas já citadas Lençóis Paulista, Macatuba, São Manuel e Barra Bonita, e também em Pederneiras, que deve chegar ao mesmo patamar de cobertura de fibra ótica nos próximos três meses - a implantação já foi concluída em 50% da cidade.
Com o investimento, a empresa, fundada há 17 anos, em Lençóis Paulista, deve abranger, com os novos serviços, uma área de cobertura que compreende uma população de mais de 200 mil pessoas que residem nessas cinco cidades. Até o final deste ano, quando Botucatu, Avaré e Areiópolis, que são as próximas cidades no cronograma de implantação da nova infraestrutura, também estarão quase totalmente ‘fibradas’, a LP Net terá capacidade para atender quase 450 mil pessoas com internet, telefone e TV por assinatura via fibra ótica.
O gerente administrativo da empresa, Luiz Eduardo Angelici, revela que não existe uma previsão para que a implantação da fibra seja concluída nas demais cidades da atual área de cobertura e nem um projeto de expansão para outras localidades em andamento. Segundo ele, até por conta dos altos custos desse tipo de infraestrutura, os investimentos estão sendo feitos de acordo com a demanda.
“Na verdade, sempre trabalhamos dessa forma. Nunca investimos muito em divulgação, porque nossa propaganda sempre funcionou na base do boca a boca. A gente sempre buscou oferecer um serviço de qualidade e foi a satisfação dos nossos clientes que alavancou nosso crescimento. Conseguimos isso entregando um serviço diferenciado. Implantamos as redes nas cidades e ela foi crescendo de acordo com a demanda natural. Com a fibra também está sendo assim”, explica.
A estratégia tem funcionado, já que o retorno até tem superado as expectativas e a empresa projeta, a médio ou curto prazo, dobrar o número de clientes atendidos e, consequentemente, o seu faturamento. “Nas cidades onde já entramos com a fibra ótica a demanda tem crescido bastante, principalmente em Lençóis, onde o número de clientes praticamente dobrou, passando de 5 mil para quase 10 mil”, relata Angelici, que revela ainda que a empresa já é responsável por quase 50% do fornecimento de internet no município.
PLANOS
Segundo Angelici, a Fly HDTV terá ao todo 218 canais liberados no plano completo, sendo 93 em HD. Os valores e canais disponíveis em cada pacote ainda não estão sendo divulgados, mas o plano básico teve o valor fixado em R$ 60,80. Após o lançamento, em julho, os clientes poderão assinar o pacote combo que terá custo de partida de R$ 160,60, que representa a soma do plano básico de TV (R$ 60,80) com os já comercializados pacotes de entrada de telefone (R$ 19,90) e internet (R$ 79,90). 
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia