Publicidade
Publicidade
Publicidade
“O ECO é a escola do jornalismo lençoense”, diz Moisés Rocha
Ao falar do legado assumido de seus antecessores, proprietário diz que a história não pode nunca acabar
“O ECO é a escola do jornalismo lençoense”, diz Moisés Rocha
DNA - Moisés Rocha diz que a arte de se reinventar sempre fez parte de O ECO - Foto: Arquivo O ECO
Incondicionalmente fiel à sua filosofia, O ECO sempre prezou pela qualidade de seus produtos, tratando a informação com responsabilidade e apurando os fatos com critério para reportar a notícia da forma mais imparcial possível, preservando o que tem de melhor: o respeito ao leitor. Cada vez mais próximo da comunidade e mais sensível às suas demandas. O jornal, que desde sua criação acompanhou - e participou -diretamente todas as mudanças e fatos históricos da cidade, chega aos seus 79 anos justificando seu slogan de “Um senhor Jornal”, mas sempre com um espírito jovem, renovado, e disposto a enfrentar os desafios diários para se manter em circulação em uma cidade pequena como Lençóis Paulista.
Não é novidade que o momento delicado da economia do país afetou, nos últimos anos, empresas de diversos seguimentos, inclusive as de comunicação. O ECO, obviamente, não passaria ileso por essa tempestade. Sentiu, sofreu e, mesmo tendo que diminuir o ritmo de seus passos para poder seguir adiante, enfrentou de peito aberto os vendavais e hoje vislumbra novos horizontes.
O diretor e proprietário, Moisés Rocha, ressalta que a arte de se reinventar sempre esteve no DNA de O ECO. Por este motivo, ele acredita que apesar de todas as outras plataformas digitais o jornal continuará acompanhando o desenvolvimento de Lençóis Paulista e região e chegará ao seu centenário conectado e atento às novas demandas, mas ainda como um jornal impresso, como sempre foi sua tradição.
"O ECO foi uma mão generosa que se estendeu na minha direção e eu sinto isso como um legado para eu tocar em frente. Enquanto eu tiver saúde e disposição o jornal vai circular e, quando eu não tiver mais, tenho certeza que encontrarei alguém disposto a assumir o mesmo compromisso que eu assumi com o Ideval Paccola e que ele assumiu 25 anos antes com o Alexandre Chitto", completa Rocha, que vê o jornal como uma grande escola.
"Eu aprendi a conhecer Lençóis Paulista nas páginas do ECO e é um orgulho muito grande para mim ser o proprietário de um jornal onde eu praticamente comecei minha vida como jornalista. O ECO sempre atuou nesse sentido, de ousar, de abrir espaço para o diferente. Hoje, de cada 10 profissionais que atuam na área da comunicação na cidade, oito passaram por aqui. Ele é uma escola do jornalismo lençoense e assim continuará sendo. Essa história não pode nunca acabar", finaliza.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia