Publicidade
Publicidade
Publicidade
Marcelo Ranzani
Médico vai trazer informações para você ficar em dia com sua saúde
Pneumonia, a vilã do inverno
Tosse, febre, dor no peito para respirar, falta de ar são os principais sintomas da Pneumonia. Associado a estes sintomas também é frequente escarro amarelado ou cor laranja, podendo ter sangue, perda do apetite, calafrios e nos casos graves, queda da pressão arterial que pode levar ao choque séptico e à morte.
A pneumonia é uma doença comum, que ocorre em 450 milhões de pessoas por ano em todo o planeta. É uma das principais causas de morte entre todas as faixas etárias, resultando em 4 milhões de mortes, ou seja é responsável por 7% de todas as mortes por em ano, no mundo.
As taxas são maiores em crianças menores de cinco anos, e adultos com mais de 75 anos de idade. No Brasil são computados todos os anos, apenas no SUS mais de 200.000 mil internações por ano por Pneumonia. Pessoas que tem diabetes, fumantes, idosos, pessoas com Aids, indivíduos submetidos a transplantes, pessoas que tem insuficiência renal, ou que fazem diálise, entre outras causas de imunodepressão têm maior chance de contrair a Pneumonia e também de apresentar maior gravidade na doença. 
Doenças comuns no inverno, tais como rinites, asma, resfriados e a Gripe, são causas de aumento na produção do muco e de quebra de barreira mucosa nas vias aéreas, podendo preceder uma infecção bacteriana que evoliu para a Pneumonia. Mas nem sempre é assim. Na maior parte das vezes a propria bactéria causadora da doença se instala e causa de maneira abrupta os sintomas descritos acima, já se iniciando como Pneumonia e não como um quadro gripal.
O pneumococo (Streptococcus pneumoniae) é o responsável por cerca de 80% das pneumonias. Mas além dele há também outras bactérias e vírus que podem causar pneumonia. A própria Gripe (Influenza) cursa em muitos casos como pnemonia viral, especialmente o vírus H1N1, que é causador de insuficiência respiratória e doença grave com muita frequência.
Hoje em dia, há tratamento para todas as formas de pneumonia com antivirais, antibióticos e outros medicamentos que melhoraram e muito as chances de recuperação dos pacientes, em relação a algumas décadas atrás. Mesmo assim, a Pnemonia é uma das principais causas de morte, especialmente no inverno.
comentários Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para o Artigo. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia