Publicidade
Publicidade
Publicidade
Marcos Norabele
Psicólogo, escritor, Marcos vai tratar do maravilhoso mundo da literatura e da psicologia
Os Reis Malditos
Há algum tempo lendo uma entrevista de George R.R. Martin autor da série de livros de fantasia épica e que fundamenta a série televisiva Game of Thrones, ambos com estrondoso sucesso disse ele que sua grande fonte de inspiração foi outra obra chamada Os Reis Malditos. “Está tudo lá...”, afirmou o autor.
Senti-me na obrigação de ter algum contato com os tais “Reis Malditos” cujo autor é Maurice Druon que é membro da Academia Francesa de Letras. Ele também escreveu uma obra infantil famosa “O menino do dedo verde. Com muita satisfação descobri que a Biblioteca Municipal Orígenes Lessa tinha a obra. Ou melhor os sete livros que compõe a obra que devem ser lidos na sequencia para se entender a trama: 1 - O Rei de Ferro, 2- A Rainha Estrangulada, 3 – Os Venenos da Coroa, 4 – A Lei dos Varões – 5 – A Loba da França – 6 – A Flor de Lis e o Leão – 7 – Um Rei perde a França.
A obra é uma narrativa romanceada do fim da dinastia dos Capetos e início da dinastia dos Valois. Um período entre 1314 e 1328 onde a França tevecinco reis. Na obra se encontra toda forma de intriga palaciana imaginável(e inimaginável), a ambição pelo poder, o abismo dos vícios e o cume das virtudes. O primeiro livro trata do fim do reinado de Felipe IV ou Felipe o Belo, também chamado de O Rei de Ferro, devido a sua “adorável” personalidade. Este é o rei que extinguiu a famosa Ordem dos Cavaleiros Templários e executou o Grão Mestre deles Jacques de Molay. Sobre este fato histórico, o autor romanceia e Jacques de Molay joga uma aldição sobre seu inimigo: Felipe IV  e sua descendência.
De fato em menos de um ano Felipe IV também morre e a morte também visita cada um dos seus descendentes que o sucedem no trono da França. É o fim dos capetos. No livro também se insinua as disputas que levariam França e Inglaterra a Guerra dos Cem Anos. Nos reis malditos não encontramos dragões e zumbis como nas Crônicas de Gelo e Fogo, mas as torturas, execuções e sordidez se fazem presente. Druon é comedido na questão sexualidade e não usa palavrões no texto como faz Martin. 
A sucessão de reis em Os Reis Malditos, leva a crer que os ocupantes do trono de ferro das Crônicas de Gelo e Fogo terão vida curta. Enquanto não sai a sequencia das Crônicas, para quem gosta de romance histórico da época medieval Os Reis Malditos é imperdível.
comentários Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para o Artigo. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia