Publicidade
Publicidade
Publicidade
Marcelo Ranzani
Médico vai trazer informações para você ficar em dia com sua saúde
Virose doutor?
Sabe aquela virose? Sabe quando você vai ao Pronto Socorro ou ao CMU e sai decepcionado, acreditando que foi mal atendido, porque o médico nem fez exames e disse que você tinha virose, então, tenho más notícias. Acredito que isso vai acontecer por muito tempo ainda.
Os sintomas de febre, dor abdominal, dores pelo corpo, que progridem para náuseas, com ou sem vômitos, diarreia aquosa e volumosa, fétida, são os mais comuns. Os sintomas persistem de 1 a 5 dias, com média de três dias. Em alguns casos faz-se necessário hidratação endovenosa, especialmente quando se associam vômitos, que impedem o indivíduo doente de ingerir medicamentos.
Os principais causadores desses sintomas são o Norovírus e o Rotavirus. O Norovírus causa cerca de 90% dos surtos de diarreia nos Estados Unidos, sendo frequente em navios de cruzeiro, praias, em locais de aglomeração de pessoas, tais como Asilos, creches, escolas. A principal via de transmissão é a fecal oral através do contato pessoa a pessoa. O norovírus é extremamente infeccioso e possui uma resistência que o permite permanecer sobre superfícies que receberam contato de pessoas infectadas, tornando a partilha de objetos e espaços coletivos um problema. Pode ser transmitido também por meio de água contaminada e a infecção está fortemente associada a maus hábitos de higiene.
Os rotavírus têm sintomas e transmissão quase que impossível de se diferenciar do Norovírus, sendo mais conhecido e estudado. Os rotavírus causam doença mais grave em crianças pequenas e podem levar ao óbito por desidratação, principalmente em locais de baixo nível sócio econômico, e com assistência médica precária. São sete subtipos de A a G sendo que o A é causador de 90% dos casos.  Para o rotavírus há vacina eficaz que é utilizada no calendário do Brasil desde 2006. 
O Brasil é o primeiro país a incluir a vacina contra o Rotavírus em seu Sistema Público de Saúde. Desde 2006, todos os cidadãos brasileiros se beneficiam da vacina que previne a doença. Cerca de 30% dos casos de diarreia grave nos menores de cinco anos são provocados pelo rotavírus. 
Para ambos, tanto Norovírus, quando o Rotavírus, quando o diagnóstico é rápido, pode-se encurtar o tempo de doença e a intensidade dos sintomas com tratamento específico. Há uma droga eficaz, a nitazoxanida, que está disponível nas drogarias em comprimidos e suspensão pediátrica. Porém, após 3-4 dias de sintomas, a carga viral já é mais baixa, e o resultado do tratamento antiviral é pobre. 
Estes vírus podem infectar muitas pessoas sem dar sintomas, e estes servem apenas de reservatórios, para transmitir e propagar a doença. Mesmo depois da melhora da diarreia o indivíduo infectado, pode permanecer com o vírus nas fezes, se tornando um transmissor aos demais. 
Por tudo isso, vocês ainda vão ouvir muito falar em Virose, mas agora, talvez tenham como desconfiar desses dois aí, o Norovírus e o Rotavírus, os causadores de muito desconforto. 
comentários Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para o Artigo. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia