publicidade
Fagulha Musical
por Cleiton Rolo, músico e designer gráfico
Grandes discos de 2018
Grandes discos de 2018
Caramba! Estamos na metade do ano já! E nada melhor nesse friozinho do que aconchegar-se com seu prato favorito, um vinho tinto seco e, claro, uma música que te faça companhia. Vou listar aqui alguns discos que estou curtindo na safra desse ano até aqui.
Quero começar falando do Erasmo Carlos. Ao que parece, o gigante gentil resolveu retomar aquela receita romântica setentista de grandes composições. Seu novo álbum “Amor é Isso” produzido por Pupilo, da Nação Zumbi, também tem participação do rapper Emicida, de Marcelo Camelo, em uma das composições, além de grande elenco. Munido de uma poesia inquieta e radiante, diferentemente de outros com mais de 50 anos de carreira, Erasmo ainda explora a criatividade com majestade. Um álbum grandioso, sem dúvida.
Também com mais de 50 na estrada está Elza Soares que, decididamente, vem mudando o tom da sua participação na música. Seu 33º álbum, “Deus é Mulher”, fala de temas que em 98% dos seus discos anteriores não abordava, como o empoderamento feminino e apropriação cultural. Aos 81 anos, Elza passeia com extrema versatilidade musical e ritmos brasileiros fundidos a novos aspectos sonoros que fazem dessa, uma obra de extrema singularidade.
Da série das grandes produções musicais, neste ano fomos presenteados por um baita álbum da banda britânica Arctic Monkeys. Com um hiato de cinco anos e muito diferente do que havia sido feito, a banda traz um material fino, repleto de composições e influências que vão de David Bowie ao mineiro Lô Borges. O disco que leva o título de “Tranquility Base Hotel & Casino” é uma bela viagem sonora e cativante!
Ainda neste semestre é lançado de forma independente o primeiro álbum de Malu Maria. A cantora da capital que percorre há mais de 15 anos com seu outro projeto, a Manallu, mostra em “Diamantes na Pista”, seu primeiro disco solo, uma espécie de pop solitário, com atmosferas saudosas e um tanto psicodélicas. Participam do disco ainda Bruna K7, Meno Del Picchia e Tatá Aeroplano.
Maurício Pereira, ex-Os Mulheres Negras, lança seu sétimo disco solo “Outono no Sudeste”. Com sagacidade verbal, Maurício esbanja conteúdo com sua indecisão entre o romântico e o soturno. É cantautor prolífico, modesto, de uma riqueza que não se vê muito por aí. Compensa muito ouvi-lo.
Curta um som e nos vemos por ai!
SIGA O CLEITON NAS REDES SOCIAIS: Facebook | Instagram | Twitter
comentários Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para o Artigo. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2019 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia